[Fanfic] Mercador de almas

    Compartilhe
    avatar
    Sir Lokus
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/11/2010
    Idade : 25
    Localização : Prontera

    [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  Sir Lokus em Qua Nov 10, 2010 1:01 am

    Mercador de Almas
    Capitulo I - Quebrando a inercia
    A luz prateada da lua batia nas copas das árvores, não se escutava nenhum ruido na floresta, exceto o estalar de uma fogueira, a luz avermelhada subia de uma de suas clareiras.
    Sentados em volta da fogueira uma dupla realmente estranha, um homem de idade e a sua frente um orc, o orc estava amarrado e todo ensanguentado.
    -o que você quer seu velho?!?Me mate de uma vez!Me poupe da sua chatice.....

    -Realmente, vocês são criaturas tão rudes e sem educação quanto eu pensava - o velho da uma longa pitada em seu cachimbo, deixando a fumaça sair em espiral pelas narinas - tenha paciecia, a paz chegara logo nessa clareira, paz para você e paz para mim, mas antes - continuou depois de uma pausa para outra pitada - deixe eu te contar uma pequena história.
    O Homem se aconchegando perto da fogueira fez a luz do fogo revelar sua feição por baixo de seu capuz.
    -Quem é você, algum tipo de bardo Emo ou algo do genero?Hãa, me poupe, me mate logo, ou me deixe te matar....
    Sem escutar as provocações e chacotas que o orc cuspia para fora de sua boca, o homem com uma voz limpada e determinada comeceu sua narração:

    No acampamento da Aliança no extremo oeste, entre os ferreiros que trabalhavam incansavelmente para armar o exercito real, surgiu um que se destacava pela dedicação a forja.Mesmo com todos dizendo que ali não era hora nem local para aperfeiçoar sua arte, (pois nescessitavam de quantidade e não qualidade) o ferreiro não dava ouvidos, e mesmo que passasse o dia inteiro em uma unica peça, ele fazia questão de se assegurar que todo processo estava perfeito, desde a fusão da liga metalica, ate a sua ultima martelada sobre a peça.Logo ficou conhecido na região, como o "Ferreiro de diamante", ja que suas armas obtinham uma qualidade excepicional.Foi feito subordinado de um grande Lorde que regia algumas terras na região.Com a qualidade excepicional das armas que o Lorde usava, o nome do Ferreiro logo começou a correr por Rune-Midgard "Doriath Stealhand, o ferreiro de diamante".

    Doriath então, saido do feudo de seu Lorde e se dirigiu para Kulun, ele estava atrás de um mercado aquecido que pudesse lhe satisfazer as ambições.Seu trabalho era tão incrivel e perfeito em cada detalhe, que no primeiro mês ele teve um lucro igual a de toda corporação de ferreiros local.Para comemorar, foi ate a taverna local, onde acabou perdendo a cabeça em meio a tanta bebida, mulher, felicidade e dinheiro para alimentar toda essa farra.

    No dia seguinte, acordou sem a minima memoria do que teria ocorrido, com uma grande ressaca, prometeu a si mesmo que nunca mais faria uma farra como aquela, estava determinado a se concentrar no seu trabalho e se tornar o ferreiro mais conhecido de Rune-Midgard.

    Com o passar do tempo, virou um mestre-ferreiro, e quando decideu sair de Kulun e ir ganhar a vida na grande Prontera, ele avistou uma mulher vindo com ar de seria em sua direção, logo a reconheceu como uma das cucubinas da cidade. Tambem se lembrou que ela era uma das que estavam na taverna na fatidica noite de dois anos atras quando perdeu a cabeça, a mulher vinha segurando uma criança pequena pelo braço.

    -Sr Doriath, acho que temos negocios a tratar...

    -E que negocios seriam esse, sra....me desculpe, não consigo me lembrar de seu nome, assim como não consigo me lembrar de nada daquela noite a dois anos a trás.

    -Tuya, meu nome é Tuya, Sr Doriath, vou direto ao assunto, sei que será um choque para você, mas essa criança, é nossa criança, fruto de atos incosequentes em meio ao opio que nós afetava!
    Doriath sabia que mulheres como Tuya estavam sempre atrás de uma oportunidade de nunca mais ter que trabalhar, mulheres como ela eram capazes de fazer qualquer coisa por proveito proprio.

    -Ok Sra, digamos que eu acredite - disse Doriath rindo num tom sarcastico - Por que não veio me procurar quando soube que estava gravida, ou depois do nascimento da criança, muito estranho, agora que tenho um nome ronomado você me aparecer com uma criança.

    -Não te procurei antes pois tinha duvida se ela realmente era sua, mas a alguns meses fiquei sabendo que o outro homem de quem suspeitava ser pai dela terminou o casamento por ser estéril.

    -O que, e então, se ficou sabendo disso a alguns meses por que não veio falar comigo?

    -Pois não sou o tipo de mulher que implora sem necessidade, mas agora, estou num momento dificil, e sabendo que esta saindo da cidade, precisso de sua ajuda.

    Doriath sabia que a probabilidade da criança ser sua era pequena, mas pensou que vida miseravel a criança teria com uma mãe que só quer dinheiro e não pensa no seu real bem estar, Doriath era uma pessoal boa afinal, então disse:

    -Ok, eu aceito ajudar a criança, mas não você, se realmente roga pelo bem dela, me de sua guarda, eu ficarei feliz em cuidar dela.


    Última edição por Sir Lokus em Qua Nov 10, 2010 7:46 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Sir Lokus
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/11/2010
    Idade : 25
    Localização : Prontera

    Re: [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  Sir Lokus em Qua Nov 10, 2010 1:08 am

    Pretendo trazer o proximo capitulo amanha, não consegui fazer hj pois estou morrendo de sono, amanha faço a revisão ortografica e de concordancia alem de acabar o segundo...É meu primeiro fic que posto num forum, então por favor critiquem, serio, procurem pelo em ovo, eu quero fazer perfeito da proxima...

    Sem mais

    Agradeço
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  -Rockstar- em Qua Nov 10, 2010 8:33 am

    Bom, não vou dar importância aos erros de português, visto que você irá revisar depois.

    Vou me focar na história, ta ficando legal, bem interessante pois nunca tinha visto algo parecido. Mas evite palavras modernas como Emo, esse tipo de coisa, já que as personagens nem devem conhecer isto, muito menos os orcs (invejo eles). No contexto a fanfic ta boa, continue postando porque estou curioso heheh!

    Abraços!
    avatar
    Sir Lokus
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/11/2010
    Idade : 25
    Localização : Prontera

    Re: [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  Sir Lokus em Qui Nov 11, 2010 12:39 am

    Capitulo II - Calmaria

    Para ter certeza que a mulher nunca mais causaria problemas a ele ou a criança, Doriath rebatizou o menino.
    -Que Odin te proteja, bravo Dunaham! - ao ouvir as palavras do sumo-sacerdote, Doriath não conseguiu conter as pequenas lagrimas que queriam sair pelos cantos de seus olhos.Não consiguia parar de pensar no futuro, ali naquela Catedral enorme, estava ele e seu novo filho, prontos para a agitada vida em Prontera.

    A nova casa era humilde, tinha três comodos, Doriath não estava contando com uma criança quando comprou a casa, então improvisou a sala de reunião (local onde pretendia atender possiveis clientes) em um quarto muito confortavel para a criança, e não era só o quarto do menino que era confortavel, a sala tinha dois sofas verdes, realmente muito macios, uma pequena mesa de centro, com uma toalinha muito bem trabalhada.Os corredores eram encarpetados, e em suas paredes estavam perdurados alguns retratos aleitorios como retratos de porings numa grande colina verde, ou de uma praia onde as focas se divertiam em meios aos banhistas.O quarte de Doriath em si não era muito luxoso, tinha uma grande cama de casal, dois criados mudos e um armario, ele sempre fora alguem que se considerava pratico, se nescessitava algo, ele comprava, se não nescessitava, descartava.A parte da casa que ele mais gostava, concerteza era sua oficina, era um comodo de tamanho regular, do tamanho de uma cozinha nos fundos da casa, num canto, varias ferramentas cuidadosamente alianhadas e penderudas em ordem na parede, no outro uma grande fornalha que era capaz de chegar a grandes temperaturas, e bem no meio da sala, uma enorme e brilhante bigorna dourada.

    Quando acabou o tour pela nova casa, o ferreiro entrou no quarto da criança. ela ja estava na cama, Doriath por alguma razão não consiguia tirar o olho da cena, como se a criança sempre pertencesse àquele quarto.Foi chegando mais perto para poder contemplar melhor a cena, foi supreendido pela criança que ainda estava acordada e falou sonolenta:
    -Pai, obrigado por me isso, é a primeira que eu tenho!
    -Um quarto só seu?
    -Não, uma cama.Muito obrigao - acabando de falar o garoto começou a dormir.Aquilo mecheu com Doriath, sim o fato de ser a primeira cama da criança foi um grande choque para ele, mas o que mecheu mais com ele foi o fato de ser chamado de pai.Naquele momento não se importava mais se aquela criança tinha ou não seu sangue.
    -Boa noite......filho.

    Querendo que o filho tivese uma educação realmente boa e com o dinheiro nescessario para isso, Doriath inscreveu Dunahan em otimas escolas ao longo de sua vida, queria que filho se tornase um competente Alquimista, e que um dia quem sabe alcançasse o topo dos rankings de sua guilda.

    Dunahan voltava de Juno todo final de semana na sua pausa na faculdade, realmente se tornar um alguimista não era tarefa facil, ele gastava todo seu tempo em estudos na biblioteca, sabia que teria que estudar forte para aquilo acontecer, bom pelo menos isso era o que Doriath pensava.Em uma das visitas semanais, o ferreiro que ja estava muito famoso por todo o reino, percebeu que algo imcodava o filho:

    -O que foi filho, tem algo te incomodando?

    -Errr..Para falar a verdade pai tem sim, você sabe que eu nunca menti para você não é mesmo??

    -Sim sim, e saiba que nunca menti para você tambem, nunca escondi seu passado ou qualquer outra atitutede deploravel
    minha de você filho, se tiver algo te aborrecendo por favor me conte!

    -Ok, então aqui vai.Tenho que te confessar pai, que tenho me distanciado dos meus estudos ultimamente...

    -Como assim, você passa o dia inteiro naquela bendita biblioteca!

    -Sim, mas não estudando alquimia, eu estou muito interesado no estudo de armas e pedras, eu me decidi pai, eu quero me tornar um FERREIRO!!!

    Doriath tomou um choque, levantou da mesa, acendeu seu cachimbo e foi se sentar no sofá.O filho percebeu que o pai estava contendo um choro, se sentiu culpado;

    -Pai, me desculpe, eu sei que você quer o melhor para mim, mas não sabia que essa decissão te desagradaria tanto!

    -Desagradar?Meu filho, faz realmente tempo que eu não sinto vontade de chorar como essa, que maior felicidade eu poderia ter se não um filho que quer seguir meus proprios passos?Odin realmente é precisso em seus caminhos, me de um abraço filho, venha cá!
    avatar
    Sir Lokus
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 5
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/11/2010
    Idade : 25
    Localização : Prontera

    Re: [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  Sir Lokus em Qui Nov 11, 2010 12:41 am

    Esta ai o outro capitulo, feito na pressa, mas amanha o mesmo esquema, irei revisar e escrever quem sabe o ultimo capitulo.Continuem com as criticas por favor!Pode estar chato de ler, mas acho que o final vai fazer valer a pena Razz
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  -Rockstar- em Qui Nov 11, 2010 4:43 pm

    [color=darkblue]Opa, mais um captúlo postado ^^

    A história ta se desenrolando.. mas acho que vc deveria se enfocar mais nos sentimentos das personagens. Também vou te dar outra dica que me ajudou muito (e ajuda até hoje): Se você olhar, as minhas primeiras fanfics também eram assim, curtas demais e sem muitos detalhes, o que tornava ela muito superficial, e também eu não supervisionava elas antes de postar, (nem ao menos corrigia) o que dificulta quem avalia, então trabalhe mais essa parte :/ok: .

    Bom são só conselhos, a fanfic é sua então só você tem direito de mudá-la.

    Ok!, Continue postando para nós =)

    Conteúdo patrocinado

    Re: [Fanfic] Mercador de almas

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sex Fev 23, 2018 7:18 pm