Relatório da [RP] Tiros Cruzados

    Compartilhe
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Relatório da [RP] Tiros Cruzados

    Mensagem  -Rockstar- em Sab Mar 05, 2011 9:18 pm





    Música tema: Tiros Cruzados.mp3



    Estavam presentes os seguintes membros do qual descrevo:

    -Rockstar-

    Rodragoon Mercenary

    'Mukuro Rokudo'

    Nohana

    SuperREI

    Albert Johny

    Layon Persenius

    Dragãokiko

    Tiger-Hunter

    SkullYan

    iSora

    iMarcos Templarium




    Esta Role Play ocorreu no dia 26/02/2011 às 16:00, mestrada por -Rockstar-




    Spoiler:




    Era entardecer na cidade de Juno, os raios do sol a oeste, confundiam-se a medida que se punha com as pedras foscas de basalto que constituíam a capital de Schwarzwald. Ao centro, o vento soprava suavemente por entre as estatuas de sábios e a energia arcana que permitia que a cidade flutua-se sobre um vulcão.

    Um grupo em particular estava ao norte da cidade, reunido a espera dos últimos membros para por-se a caminho do encontro com um sujeito singular em uma das muitas casas antigas da cidade.

    Senhor Holden era seu pseudônimo, seus bigodes grandes e bem aparados davam-o a impressão de ser um homem nobre e digno. Sobre sua mão esquerda repousava um pequeno cachimbo muito bem trabalhado, do qual pitava-o de hora em hora.

    Logo que o grupo entrou na velha casa, todos olhavam ansiosos para o velho, este soltava a fumaça delicadamente antes de se pronunciar, olhando minuciosamente para cada um dos presentes.

    - Vejo que são vocês os Guardiões de Freya? Ele diz olhando para todos a sua volta.

    - Nem todos - Diz um cavaleiro estranho, folhando um dos livros ao seu alcance- Pertenço a Chama Prateada.

    - Ele é da Chama Prateada - Diz Rockstar, expondo-se em meio a todos, já que até então estava em silêncio- Um renomado clã com ideais similares, ou ao menos são respeitados e de confiança.

    O velho, fica sério por alguns instantes até aceitar o cavaleiro e depositar sua confiança em tal.

    - Tenho um trabalho para vocês. Estou a mando de meu patrão, um homem nobre e de negócios, cabe a vocês aceitar este trabalho ou não, mas prometo-os que terão uma recompensa valorosa se caso conseguirem executar essa pequena tarefa com exito.

    O justiceiro Skull Yan anima-se mostrando um sorriso malicioso, Nohana a sacerdotisa permanecia com seu tom cordial porém sério, estava um pouco desconfiada do que estava acontecendo.

    - Há algumas semanas, duas semanas. A filha de meu patrão foi sequestrada por mercenários em Lighthalzen. Enviamos primeiramente um grupo de justiceiros para detê-los, porém foi em vão. Pois estes uniram-se com os mercenários. Em troca da liberdade da garota, eles querem uma determinada contia em dinheiro mas meu patrão nega-se a pagar. Antes de pagar a eles, prefere pagar a vocês. Por isso, vocês precisam detê-los até amanhã. Pois amanhã será o dia da troca, na torre de Einbroch às 12:00 horas.
    Caso consigam, - Sr. Holden respira fundo- prometo-os uma contia de 5 milhões de zenys para cada.

    - E ele tem alguma ideia de onde está a filha dele? Diz um ferreiro de camisa branca, mal abotoada porém limpa. Seus cabelos dourados e compridos denunciava-o como Albert Johny.

    - Bom... éhr... não temos muitas pistas. Diz o velho perdendo a compostura. O que posso te dizer é que estes mercenários estão envolvidos em vários crimes ao longo da República.

    - Nossa... acho que os mercenários pagam melhor que seu chefe. Diz SuperRei dando risadas.

    - Tanto faz, vivos ou mortos quero a garota de volta. Diz o contratante com o cachimbo junto a boca.

    - Quero a grana. Diz o Justiceiro friamente.

    - Não, devemos prendê-los e entregá-los a República de Schwarzwald. O ferreiro irrita-se com a falta de valores do justiceiro.

    - Ok... agora sim eu aceito... adoro matar-O cavaleiro fala muito animado- diversão e dinheiro... não tem nada melhor...

    -A recompensa é satisfatória.. Falo pelo meu Comandante: Aceitamos. O ferreiro diz após Rockstar fazer-lhe um sinal, e ficar em silêncio.

    - Mas é melhor conseguirem antes da negociação, ou nada feito. O velho solta a fumaça em direção ao teto e observando-os.

    - Vamos pessoal. Rockstar olha desconfiado para o velho enquanto que abre a porta e sai para a rua.

    Spoiler:

    - Estranho isso. Diz Rockstar olhando para os membros a sua volta um pouco sério. Mas enfim o que faremos?

    - Primeiro, devemos descobrir em que parte de Lighthalzen a garota foi raptada. Diz Albert Johny.

    - Devíamos esperar até amanhã. Dis o justiceiro pulando em cima da estatua do sábio e sentanddifícil sua beirada.decidirem

    - Temos que ajudar a menina sequestrada. A sacerdotisa diz um pouco ansiosa, e preocupada com a ganância que estava a tomar conta do justiceiro. Sera que o velho falo a verdade?

    - Hmmm... eles devem pagar bem... O cavaleiro monta em seu peco-peco.

    - Talvez até matá-los e ficar com o dinheiro. O ferreiro pega seu machado com felicidade.

    - Albert, não te esqueça a quem servimos. Diz Rockstar não aprovando a atitude do conselheiro.

    -Então, não seria mais vantajoso pegar eles de surpresa? O justiceiro passa os dedos levemente sobre suas pistolas, admirando o brilho prateado delas.

    - Pois então, vamos em Einbroch ou Lightalzen? Rockstar olhava vagamente para as ruas vazias da cidade.

    Alguns minutos passam-se, e o grupo concentra-se em encontrar uma solução diante de um caso dificil devido a escassez de pistas até decedirem ir para Einbroch examinar o local da troca para procurar pistas. O grupo caminha em direção ao aeroplano que faz uma viagem agradável e sem surpresas até a Cidade do Aço.

    A cidade de Einbroch erguia-se diante o vale da morte, marcada pela intensa exploração do aço. Trazia consigo as cicatrizes de sua busca sem fim, seu ar seco misturava-se a fuligem de suas fábricas. O gosto amargo do aço é sentido na boca de todos estrangeiros e habitantes.

    - Doce ar. O justiceiro idolatra sua cidade.

    Os demais do grupo resumem-se a usar um lenço ou um pano qualquer para suportar tamanha fuligem.

    - Vamos para a torre, por favor nos guie até ela. Rockstar diz para Skull, apontando para a ponte férrea.

    O grupo caminha em silêncio observando cada detalhe da cidade, afim de encontrar algo suspeito.


    Ao chegar lá, todos caminham pelas escadas estreitas e sujas da torre até seu cume.

    Spoiler:

    Rockstar caminha em torno dos corrimões que servem como proteção para o público, passando as pontas dos dedos sobre o aço frio e observando atento aos prédios a sua volta. Ele senta-se sobre o corrimão.

    O cavaleiro olha para os lados ansioso por sangue, seu peco-peco começa a puxar as mangas da sacerdotisa que irrita-se.

    O justiceiro e o ferreiro caminham em torno da plataforma tentando encontrar alguma coisa, um cartucho ou algo do tipo.

    - O peculiar que há somente uma entrada e uma saída, não é o melhor lugar para uma troca. Diz o lorde observando a rua.

    - Eles devem ter um plano, ao menos. Diz Albert.

    - Pare com esse Peco-peco! Temos que priorizar a guria. A sacerdotisa irrita-se com o cavaleiro que falava injurias sobre sua sede de matar, e é mal visto pelo grupo.

    - Pois bem, eles devem ficar por aqui perto. Skull- observa o planalto a sua frente-. Que tal a mina?

    - Acho improvável, é muito perto do local, já devem ter checado. Rockstar põe-se a refletir.

    - Vamos, estamos muito próximos. O ferreiro e o cavaleiro concordam.


    O grupo desce a torre e dirigi-se para o expresso para a mina.

    Durante a jornada dentro da mina, Sora e seu irmão, um templário chegam para ajudar a todos. Estes haviam sido informados através do comunicador que Rockstar possuía em mãos.

    Houve algumas baixas, mas são superadas. Infelizmente os aventureiros perderam tempo em prosseguir na mina. Assim resolvem voltar para Einbroch e buscar informações com a Guilda dos Justiceiros. A noite já começava-se a fazer presente, tingindo o céu com um azul escuro, o sol já era pouco visto.

    Spoiler:

    Recebidos por Miller, este revela parte do passado de Skull, mesmo assim o justiceiro mostra-se frio perante seu ex-mestre.

    - Pois então o que querem desse pobre velho? Miller olha para todos com compaixão mas desconfiado, pois Skull estava com eles.

    - Como assim? O justiceiro começa a irritar-se.

    - Temos que matar mercenários... ops... salvar uma garota raptada. O cavaleiro brinca com a situação.

    - Não me digam que estão envolvidos no caso da garota? Miller passa a mão sobre sua barba branca, e faz um sinal de desdém.

    - Há uma semana, veio um velho estranho aqui. Solicitar serviços para a guilda, Recomendei cinco dos nossos melhores justiceiros para esse caso mas parece que suas ganâncias falaram mais alto. Soube que estavam indo para Morroc, depois disso perdi contato com eles.

    - A ganância é cega... Skull olha para o chão e sacode a cabeça.

    - Se bem que prefiro a voz da compulsão assassina - O cavaleiro olha para sua espada e da risadas.

    - Ao menos, tenho esperanças que eles escutem o que eu ensinei... - Miller é interrompido.

    - A atirarem com precisão? SuperRei diz dando de ombros.

    - A trazer o bem e ajudar as pessoas. Miller assume um olhar de desprezo com a personalidade do cavaleiro.

    - Você não ensina nada, seu velho... Skull acrescenta e passa a discutir com Miller.




    Após saírem da Guilda, todos dirigem-se para o aeroplano rumo a Morroc, alternando a rota através do tele-porte Kafra, e chegando as areias desérticas durante a noite.

    Spoiler:

    Em busca de informação o grupo adentra em uma taverna local a noroeste e são atendidos pelo garçom do estabelecimento. A sacerdotisa resolve esperar do lado de fora da taverna. Logo eles descobrem que os mercenários eram frequentadores do lugar, e decidem ir atrás deles na Guilda dos Mercenários, pois suas cabeças foram colocadas a prêmio pela guilda.

    Atravessando a noite escura, apenas a lua e as estrelas serviam de guia perante as areias traiçoeiras do Deserto de Sograt, mas chegam ao seu destino e são recebidos por um algoz, que em palavras curtas e secas pedem-os para ir embora pois resolveriam o caso sozinho. Porém o líder da Guilda vê os viajantes e conta sua visão da história, contando que os mercenários eram um grupo de elite enviado para Lighthalzen, afim de trazer equilíbrio para a cidade mais desigual da República.
    Spoiler:

    Spoiler:

    Cansados, o grupo viaja de volta para a Einbroch, pois já não haviam mais opções e privam-se a ficar em um hotel barato selecionado por Skull e pego por ele. Faltava poucas horas para o resgate.

    Logo que amanhece, todos são acordados por SuperRei aos berros alegando ter matado dois espadachins e dado para seu peco-peco.

    Rockstar e Rodragoon o ignoram, porém Skull retira suas pistolas e prende fogo ao cavaleiro. Ambos começam uma briga sem fim até Rockstar e Rodragoon impedirem-os de brigar. Usando de sua espada e sua katar, os dois disferem golpes contra as pistolas e a lança dos encrenqueiros.

    Todos saem machucados do hotel e caminham para a torre e avistam Sr. Holden nervoso e tremulo, ignorando-os.

    Sentados ali, passam-se algumas horas até ouvirem um grande estrondo vindo do planalto, junto com uma fumaça negra formando-se.

    Spoiler:

    Um imenso aeroplano cruzava o céu de Einbroch, junto com disparos dos justiceiros. Ao chegar em cima da torre, eles soltam cordas e dessem alguns mercenários e justiceiros exigindo o dinheiro.

    A tensão arma seu palco diante todos ali. Pré-potentes exigem a garota, porém esta é negada. Rockstar, Skull, Rodragoon e SuperRei decidem agir e atacam seus inimigos.

    Até o surgimento de uma justiceira, que rouba a maleta e volta para o aeroplano. Apesar disso, os aventureiros não desistem e tentam causar dano ao aeroplano, enquanto que ferido, Skull chamava seu aeroplano através de seu comunicador.

    O aeroplano dos sequestradores consegue retirar-se dali com o dinheiro, mas devido a uma pane, começa a perder altitude em direção a Lighthalzen.

    Spoiler:



    Após uma violenta luta com os mercenários e justiceiros. Sr. Holden revela sua verdadeira identidade, e pede para que abandone a causa pois ele pagaria igual o prometido.
    A verdade que ele havia visto que a justiceira era a sua filha, ele era dono do banco de Lighthalzen e sua filha havia o traído e enganado. Por isso, como último favor ele pediu para que se certificassem que ela estava viva.

    O cavaleiro ainda abordo do aeroplano, é hostilizado por seu comportamento e é atacado por Skull, Rockstar e Rodragoon o permitem pois SuperRei havia ultrapassado os limites.

    Após chegarem na cidade nobre de Lighthalzen, a cidade mais próspera e moderna de todos os estados. Seu contraste, a favela estava em chamas. Marcada por um aeroplano destruído, Rockstar e Rodragoon decidem-se correr para socorrer as vitimas enquanto que Skull e SuperRei brigavam a bordo do aeroplano.

    Ao chegar lá, percebe que milagrosamente a justiceira e os mercenários e justiceiros foram socorridos pela população local, e que assim tornaram-se heróis para aquelas pobres almas. Pois o principio dos mercenários era roubar para dar aos favelados assim como os justiceiros e a filha do banqueiro que fingiu seu sequestro para usar o dinheiro com os pobres. Pois seu pai jamais daria a determinada soma para aquelas pessoas.


    Comovidos, Rockstar e Rodragoon se retiram dali, junto com Skull que acabara de chegar com o cavaleiro, aparentemente haviam resolvido seus conflitos com hematomas.

    Spoiler:
    Eles voltam e contam a verdade para o banqueiro que fica decepcionado e frustado, porém aceita o destino que sua filha quis.

    Spoiler:

    Fim de Role Play.


    Spoiler:
    Olá galera, foi um relatório um pouco improvisado, sinto pela falta de imagem e falas, mas espero que aqueles que não apareceram muito no relatório compreendão hehehe, espero que sirva de base para os que faltaram.

    Abraços, Rockstar.







    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 24
    Localização : Rune Midgard

    Re: Relatório da [RP] Tiros Cruzados

    Mensagem  Bento em Dom Mar 06, 2011 7:00 am

    (off)
    Opa Valeu Rock, eu ia te pedir um relatório mesmo, já que não pude ir...

    Queria ter participado...

    Abraço,

    Bento Quevedu.

      Data/hora atual: Ter Out 24, 2017 7:16 am