A saga dos dois irmãos

    Compartilhe
    avatar
    Rash
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 11
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/04/2011

    A saga dos dois irmãos

    Mensagem  Rash em Sab Maio 07, 2011 12:53 pm

    A saga dos dois irmãos. Escrito por Wargod & Rash
    Capítulo I
    Olá primeiramente, meu nome é Balin, sou um menestrel e para ganhar o pão de cada dia canto e conto histórias em bares pelo Reino de Midgard.
    Estava a caminho de Prontera, resolvi para em Izlude para repousar, Desci do aeroplano, a cidade estava deserta, vi que os negócios hoje a noite não seriam bons. Parei em uma hospedaria onde resolvi passar a noite com o nome de “O pônei saltitante”. No dia seguinte seguiria para Prontera. Os músicos são muito famosos em cidadezinha pequenas. Ao entrar na hospedaria recebi muito olhares curiosos, sentei-me em uma mesa tirando o alaúde do estojo, recebi mais olhares, percebi que o povo de Izlude normalmente não tinha muito entreterimento por lá.
    -Você é músico?- perguntou o tabernista se aproximando da minha mesa.
    Assenti com a cabeça, existia uma relação entre donos de bares e os músicos, os músicos faziam os clientes ficarem mais tempo no bar e gastar seu dinheiro e o dono do bar lhe oferecia comida e cama.
    Comecei por uma melodia de ritmo alegre cantando com a voz alta:
    “Eh!Eh!Eh! O que eu quero é beber,
    Matar minha dor e o meu mal esquecer.
    Pode ventar, também pode chover
    E muita estrada sobrar para vencer
    Ao pé deste olmo eu quero deitar
    E olhar para a nuvem que vai devagar...”
    Cantei muitas outras músicas, fazendo uma pausa para jantar.
    Depois por volta da meia-noite guardei meu alaúde no estojo, olhando para os homens embriagados a minha frente que me observavam com curiosidade.
    -Agora...-comecei- Vou contar uma história...


    Capítulo II
    “Aconteceu há alguns anos atrás...Estava viajando para Morroc onde podia conseguir bons negócios, na estrada, já longe de Payon, minha cidade natal, encontrei dois jovens que aparentavam ter entre 14 e 16 anos. Fiquei um pouco assustado pensando que fossem gatunos que vagavam por aquela área atrás de viajantes desatentos
    Segurei firme meu arco na mão direita avançando mais em direção a eles, um deles usava um manto roxo que o camuflava na noite, o outro porém já usava roupas mais alegres de cor bege e uma capa marrom, tinha um ar intelectual e em seu cinto pendiam vários frascos de poção e uma criatura estranha que parecia um bolo de frutas cristalizadas o acompanhava...
    -Posso ajudar, senhor?- perguntou um deles que percebia que eu os observava.
    -Ah, não obrigado estou bem.- Respondi segurando o arco com mais força na mão.
    -Tem certeza? Há tantos ladrões por essa região, se eu fosse você tomava mais cuidado. Para onde está indo?-Perguntou o garoto com as roupas beges enquanto a criatura escalava um carrinho cheio de itens que o menino levava com ele.
    -Estou indo para...Ah...Hum...-Olhei para os lados tentando disfarçar enquanto pensava em um nome de uma cidade, não podia revelar meu destino para qualquer um por aí, ainda temia que fossem gatunos.-...Ah, Juno.-Disse eu por fim.
    -Estamos indo exatamente para lá! Não quer companhia caso alguém tente lhe causar perigo?- Perguntou o de vestimentas roxas com um sorriso malicioso.
    -Não, obrigado.- mantive a voz firme, tentando não demonstrar medo, dando as costas aos meninos resolvi continuar meu caminho ainda segurando os arco na mão.
    Quando já me distanciei bastante ouvi alguns passos, percebendo que alguém ou algo estava me perseguindo, sem hesitar peguei uma flecha na aljava a posicionando no cordel girando nos calcanhares para observar minha reta-guarda, soltei o cordel a flecha atravessou a noite escura soltando um grito agudo ensurdecedor contra o alvo o atingindo na perna causando um barulho maior ainda.- Flecha Melódica!
    Uma criatura se colocou a minha frente seu corpo começou a brilhar, foi então que várias lanças de fogo foram conjuradas contra mim, tentei me esquivar saltando para trás porém sendo atingido de raspão no braço e na perna. Pela claridade causada pelas chamas percebi que a criatura era aquela coisa gosmenta que acompanhava os dois garotos.
    Um grito de dor acompanhado de uma voz cortou a noite tranqüila.
    -Ei! Não precisava ter machucado meu irmão! Ele não vez por mal, ele ainda não se desacostumou ao seus hábitos de gatuno!
    Me aproximei dos garotos cauteloso, percebi que o outro, o possível dono da criatura cuidava do outro menino limpando o buraco aberto em sua perna enquanto conferia os itens em seu carrinho.-Droga! Acabaram minhas poções...-Ele continuava procurando revirando seu carrinho retirando uma vasilha, água, algumas ervas e um frasco, ele começou a preparar uma poção com a coloração vermelha misturando os ingredientes e o depositando no frasco logo depois derramando o liquido goela abaixo de seu irmão, o menino parecia ter se revigorado um pouco retomando a cor em seu rosto pálido.

    -Ele vai ficar...bem? –perguntei enquanto o menino enfaixava sua perna.
    -Hum...Talvez, ele vai ficar mancando por um tempo.- respondeu o alquimista terminando o curativo.
    -Hã...Me desculpe, na verdade estou indo para Morroc. Se quiser podem me acompanhar.
    -Ótimo, meu nome é Wargod e esse é meu irmão, Rash.
    -E eu sou Balin.- eu disse sentando-me no chão ao lado deles.
    -Tá, já está tarde vamos montar acampamento aqui e amanhã continuaremos viagem.- disse Wargod tirando tendas e uns pregos de seu carrinho o estendo-os a mim.-Tome, prepare acampamento que eu vou preparar o jantar.


    Continua...
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 25
    Localização : Rune Midgard

    Re: A saga dos dois irmãos

    Mensagem  Bento em Sab Maio 07, 2011 1:30 pm

    Estou gostando, bem interessante. Espero pela continuação...

    Abraços.
    avatar
    Yuuki
    Gremlin
    Gremlin

    Mensagens : 80
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 27/07/2010
    Idade : 22
    Localização : Morroc

    Re: A saga dos dois irmãos

    Mensagem  Yuuki em Sab Maio 07, 2011 5:46 pm

    Nossa tá legal @__@, como disse o Bento , Bem interessante Very Happy !
    Continua continua continua \õ/ !
    avatar
    Wargod ~
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 4
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 07/05/2011

    ...

    Mensagem  Wargod ~ em Sab Maio 07, 2011 7:20 pm

    Calma gente, preciso de idéias.
    Amanhã ainda posto a segunda parte.
    avatar
    Wargod ~
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 4
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 07/05/2011

    Continuação

    Mensagem  Wargod ~ em Sab Maio 07, 2011 10:55 pm

    No dia seguinte levantamos cedo e continuamos viagem. Não sei se ainda devia confiar nos dois, resolvi me manter mais atento.
    Estávamos atravessando um deserto próximo de Morroc, o sol de meio-dia estava rachando e ventava muito, ameaçava ter tempestade de areia. Resolvemos fazer uma pausa para almoçar, a comida foi escassa, pão com carne, mas se tivesse mesmo tempestade íamos ter que nos apressar.
    Já estava no finzinho da tarde, andamos durante horas fazendo poucas pausas, já estávamos fatigados e empapados de suor, a ventania continuava.
    -Temos que tomar cuidado com os merce...-disse Rash olhando para os lados.
    -MERCENÁRIOS!-berrou Wargod apontando um grupo de homens que avançavam correndo, eles eram rápidos e alguns pareciam desaparecer e reaparecer.O alquimista rápido tirou seu machado de suas aches do cinto se preparando para se defender acompanhado de seu irmão que pegou as katares colocando-se em posição de batalha.Peguei meu alaúde, tínhamos poucas chances, éramos quatro e eles seis.Era o fim
    Um mercenário aproximou-se de mim me golpeando na barriga me fazendo um corte profundo, cambaleei para trás gemendo de dor, o homem levantou a katar se preparando para me golpear novamente, foi então que ele caiu aos meus pés com uma lança de gelo perfurando seu peito, a criatura de Wargod, Browl, estatava atrás dele, aquele bicho tinha salvado minha vida.
    Capítulo IV- Presos
    Não me lembro muito bem do que aconteceu depois, eu, Rash e Wargod estávamos amarrados em um pedaço de pau em um acampamento no meio do deserto, calculei que tínhamos sidos capturados, ainda ventava muito, se aquela tempestade de areia ia chegar ia chegar logo.O que seria de mim agora? Seria morto por aqueles bárbaros ou vendido como escravo? Estava desesperado.Um homem nos vigiava, ele vestia roupas parecidas com a de Rash, percebendo que eu estava o observando ele cuspiu em mim e falou algo no idioma dele, outro homem chegou perto dele e lhe disse alguma coisa, não entendi mas sabia que não era coisa boa. Os dois homens saíram de perto entrando nas casas feitas de madeira improvisadas, seria uma boa oportunidade para fugir se a tempestade de areia não tivesse começado agora, ventava muito meu chapéu voou de minha cabeça se perdendo no deserto, não conseguia ver nada só areia, muita areia, fechei os olhos, quando eu reabri os olhos o nível da areia tinha aumentado agora estava coberto de areia até o pescoço, virei para o lado olhando Wargod e Rash a situação deles também não era boa. Estava faminto e morrendo de sede.
    -Será que eles não vão nos alimentar?- disse Wargod quebrando o silêncio.
    Ninguém respondeu ele, depois de um tempo um homem saiu das casas improvisadas com três copos e três pratos, eles no soltaram para nos alimentar porém ficaram nos vigiando, comi o pedacinho de pão com ferocidade e bebi a água do mesmo jeito, era pouco mas servia por enquanto.
    Ficamos conversando durante um tempo, quando vi já era tarde da noite, íamos ter que dormir naquelas condições precárias mesmo.
    Acordei com um grito, já era tarde da madrugada, logo ia amanhecer, escutei metal se chocando contra metal, estava ocorrendo uma batalha, fiquei meio confuso. Será que os mercenários tinham se desindentido entre si?
    Percebi que Wargod e Rash também tinham acordado, pareciam estar confuso tanto quanto eu.
    Os gritos e barulhos aviam parados, depois de um tempo dois homens vestidos de uma armadura prata com traços dourados carregando escudos do mesmo jeito e uma lança nos cercaram, percebi que eram os guardiões reais, não sei de que reino eram, se eram inimigos ou amigos, mas ao menos íamos sair dali.
    Eles nos soltaram estendendo a mão para nos ajudar a levantar, eles montavam criaturas aladas que parecia a mistura de um leão com uma águia. Eles nos informaram que seus nomes eram Sauron e Aragorn.
    -Como nos encontraram?- perguntei.
    -Quando percebi que a coisa ia ficar preta mandei Browl ir buscar ajuda na cidade, onde por sorte deve ter encontrado eles. - respondeu Wargod com um sorriso no rosto.
    Montamos na garupa de sua montaria alada, foi um passeio bom, nunca tinha voado na minha vida era uma sensação boa e ao mesmo tempo dava medo.
    Capítulo V- despedida
    Quando olhei para baixo percebi que estávamos sobrevoando Prontera, íamos perdendo atitude cada vez mais fazendo um pouso suave em frente a catedral, os guardiões nos deixaram ali mesmo. Agradecemos muito a eles por terem nos salvado...
    -Bom..é isso, até mais, Balin- disse Wargod acenando com a mão para mim.
    -É, vamos manter contado, combinar de se encontrar outro dia qualquer. –eu disse, os irmãos afirmaram com a cabeça dando as costas e entrando na cadetral.”
    Parei de contar a história, olhei para os homens embriagados no bar, alguns adormeciam em cima da mesa e outros estavam mais para lá do que pra cá, me levantei e dei boa noite ao taverneiro e subi para meu quarto, no dia seguinte partiria para Prontera bem cedo. Eu e os dois irmãos tínhamos tido muitas outras aventura. Mas isso fica para outro dia.



    FIM


    Próximo volume... Em breve


    Última edição por Wargod ~ em Dom Maio 08, 2011 8:47 am, editado 2 vez(es)
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 25
    Localização : Rune Midgard

    Re: A saga dos dois irmãos

    Mensagem  Bento em Dom Maio 08, 2011 6:59 am

    Legal Rash/Wargod, gostei da escrita e da história. Só ficou meio penso o porque de terem sidos presos pelos Mercenários. O que eles queriam. Mas no todo está muito legal.

    Abraços.
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: A saga dos dois irmãos

    Mensagem  -Rockstar- em Dom Maio 08, 2011 12:44 pm

    O enredo está muito bom, deixa o leitor curioso e entretido. Mas quero lhe chamar a atenção para alguns verbos e a estrutura dos parágrafos - muitas virgulas-. Quanto a formatação também.

    Fica ai a dica: dar uma melhoradinha nisso que me chamou a atenção. O restante está muito bom!

    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    mjunkhead
    Gremlin
    Gremlin

    Membro
    Mensagens : 89
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 12/03/2011
    Idade : 24

    Re: A saga dos dois irmãos

    Mensagem  mjunkhead em Seg Maio 09, 2011 1:46 pm

    ta ficando legal ;D

    Conteúdo patrocinado

    Re: A saga dos dois irmãos

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Seg Maio 21, 2018 4:39 pm