Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Compartilhe
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Sab Jun 11, 2011 12:22 am




    Estavam presentes os seguintes membros do qual descrevo:

    Wánpi

    »»Vicking««

    ºHypnos

    Emura-Monge

    Pay On

    Dragãokiko

    Rodragoon Mercenary



    Essa Role Play ocorreu dia 29/05 às 18:00 horas, mestrada por -Rockstar-




    Spoiler:

    Assim que todos sentaram-se sobre os cômodos ao redor da velha casa, Rockstar - que estava ao centro- segurava um envelope em mãos, enquanto que Pay On tentava disfarçar sua curiosidade, olhando logo que de canto o que estava escrito sobre as mãos do cavaleiro.

    Então, Rockstar recapitulou os fatos ocorridos a todos ali presentes, leu a carta e a guardou por alguns instantes a entrada do Guardião Real.

    E assim o fez, logo o toque sobre a fria superfície da madeira da porta fez-se percurtir por todo o aposento, disposto, o caçador Pay On levantou-se quase involuntariamente por sua curiosidade e ao abri-la percebeu logo uma fria bispa a sua espera.

    Seus olhos oblíquos e frios davam espaço a um sorriso nulo que mal soluçou algumas palavras que não puderam ser ouvidas, fez um cortejo a todos ali presentes. Sentou-se sobre a poltrona ao centro do qual Rockstar cedera o lugar. Ela então,aguardou a entrada de seu mestre: Deodor Scutiffe.

    O loiro Guardião adentrou a sala, e contemplou a todos com certa reverencia acompanhada de sua ousadia típica de um líder, sorriu profanizante e sentou-se.

    Todos ali não entenderam a ação dele, até que Emura, o mestre, pôs-se a dizer olhando profundamente a bispa:

    - Podemos ajudar em algo?

    - Hm... Me desculpem ela é um pouco calada. Disse Deodor interrompendo o silêncio dos seus gestos.

    - Oh, estávamos esperando. Diz Pay o cumprimentando.

    Assim, passada as cordialidades, o Guardião foi direto ao assunto em questão:

    - Certo, vou tentar ser breve. Boatos sobre a organização de vocês tem circulado por toda Midgard.

    - Boatos? Retrucou o mestre, cruzando os braços.

    - Exato! São uma organização diferente das outras não é mesmo? Não seguem ideias de cobiça, ou são subordinados de algum governo. diz dando uma pequena pausa e observando a reação de todos.

    - Pois certo que sim... continue por favor. Diz a pacata arruaceira Wánpi.

    - Bom, minha proposta é simples. Acredito que tenham a mesma visão que tenho em relação ao mundo. Portanto gostaria de estabelecer um acordo e possivelmente, uma aliança entre nossas organizações, mas para isso ser possível, preciso contar com a ajuda de vocês.

    Pois bem, como posso dizer melhor... Vocês já perceberam que nosso mundo está ruindo não? Vemos que o mundo está se deteriorando, pessoas sendo assassinadas, governos impondo guerras e descriminações. Vocês devem saber melhor que eu o que é ser discriminado. Afinal, imagino o que passam sendo uma organização proveniente de Arunafeltz sobre o solo de Midgard.


    - Onde quer chegar? Diz a arruaceira rispidamente.

    -Hmm, preciso da ajuda de vocês para cumprir meus ideais. O Guardião torna-se sério.

    -Faremos o possível. Diz o paladino Hypnos.

    - Que tipo de ajuda, senhor? Pay On o observa com cautela, e já controlando sua curiosidade.

    - Missões, missões – diz dispensando sua subordinada- como eliminar alguns grupos que ameaçam nossa nação se é que me entendem?

    -Eliminar, eliminar? Wánpi e Pay pronunciam quase que uni-sonoro.

    - Sim. Deodor termina com frieza.


    Passam-se alguns instantes de argumentações e Deodor explica sobre a origem de sua organização:

    - Nossa organização foi criada durante a batalha de Glast Heim já ouviram falar?

    Vicking e Dragãokiko acenam negativamente.

    - Durante a batalha entre Glast Heim e Geffenia, no qual ambas sucumbiram, tornou-se comum a prática -proveniente principalmente da cavalaria- de fazer pactos com entidades negras, digo, demônios e demais monstros de Niffheim. Contra isso, nosso fundador...

    - I-isso é... Diz Emura assustando-se pelo que acabara de escutar, talvez o mestre em sua jornada tenha ouvido rumores, mas jamais acreditaria nisso.

    - Abandonou o império de Midgard para criar sua organização. Ele, era um simples templário naquela época e portanto, todos da nossa hierarquia são templários ou sacerdotes que buscam por fim a toda corrupção em Midgard ou fora dela por meio de nossos métodos. Mas, ultimamente com a volta de Morroc as coisas chegaram a tal ponto que estamos em busca de aliados em nossa santa missão.

    - Portanto, viemos requisita-los caso aceitem.

    Sucessivamente, todos ali concordaram com certa ressalva, mas percebia-se certo interesse pelos Guardiões de estabelecer esse acordo, justamente para estarem mais próximos para agir, caso precise.

    - Está certo, cadê o líder de vocês? Disse o então Deodor com uma expressão alegre.

    Rapidamente Emura olhou para seu líder, do qual estava calado sentado. Ele então levanta-se e encara Deodor, analisando-o.

    - Vejo que todos concordam, alguma objeção?

    E então estende a mão para Deodor, ambos cumprimentam-se e ele despede-se, dizendo que em breve voltaria com a primeira missão da aliança.

    Passou-se alguns minutos para certificarem-se de estarem a sós, e então o líder ao centro da sala voltou seu olhar para todos ali sentados.

    - Acreditam nele? Falou com sutileza.

    - Bem, me pareceu confiável. Acrescentou Emura.

    -Bem.. -diz Pay On ajeitando sua faixa na cabeça- ele falou muito e disse pouco.

    Vicking concorda com o que Pay havia dito.

    - 100%? Eu diria que ele deixa dúvidas. Diz Wánpi virando-se para Rock.

    - Tive a mesma impressão. Conclui Rockstar.

    - Alguém aqui já ouviu falar dessa corporação dele? Acrescenta Pay.

    - Não, -diz o Comandante- apenas alguns boatos em Geffen, dizem que um bioquímico foi derrotado por um de seus templários.

    - Não existem registros sobre a historia que ele nos contou? Diz Emura.

    - Podemos ir nos templários, ali no castelo, requisitar alguma coisa. Diz Rockstar olhando em direção a janela.

    - É uma boa ideia. Diz Pay levantando-se e prendendo seu arco nas costas.

    - Vamos então. Diz Rock.

    Ao saírem, as ruas pareciam vazias, justamente por tratar-se da parte norte da cidade. Apenas algum casamento qualquer estava sendo realizado na Catedral. Alguns mercadores aproveitavam-se e montavam suas lojas ao lado da igreja, esperando algum casal de namorados passarem e tentar faze-los suas vitimas. Junto com eles, havia alguns aventureiros sentados sobre a sombra fresca das arvores, aspirando a nobreza do castelo ao fundo.

    Spoiler:
    - Guardem suas armas ao entrar no castelo ouviram? Diz Rockstar olhando para os outros a sua volta.

    - Que arma? Diz Emura exibindo com certo orgulho seus punhos.

    Conseguinte, os demais guardam junto com Rockstar e entram no castelo.

    - Hypnos -diz Rock- Você que é um paladino e conhece melhor seus companheiros, nos leve até lá?

    - Ao líder? Acrescenta o paladino, do qual sua armadura prateada refletia as luzes do corredor do castelo.

    - Sim. Diz Rock.

    - Esse lugar trás lembranças... Diz Emura com a voz serena, nostálgico.

    Spoiler:

    Após subirem algumas escadarias, a frente de todos, estava um imponente templário. Provavelmente o líder da organização, que é apontado por Hypnos.

    - Olá aventureiros, por que vieram aqui? Acrescenta o soldado de Odin com um sorriso ao rosto.

    - Viemos buscar informações a respeito de uma certa organização. Diz a arruaceira Wánpí.

    - Vejamos, qual delas? Diz o Paladino.

    - Rosa Celeste. Responde Vicking ao fundo.

    Rapidamente o recrutador muda de semblante, tornando-se sério.

    - O que querem com ela?

    - Tem alguma informação sobre ela? Diz seu colega de causa, Hypnos.

    - Bom, me desculpem mas preciso me retirar. O recrutador levanta-se e recusa-se a ouvir os pedidos vindos do grupo.


    Ao lado dos heróis, um templário que observava a todos ali com uma lança em mãos os chama a atenção:

    - Desculpem, ouvi a conversa, eles ainda existem? Ele diz quase sussurrando.

    - Ao que parece sim... -diz Emura encarando profundamente o templário- Mas como assim ainda?

    - Sei sobre o que eles foram para a Guilda. Há sempre boatos a respeito deles, mas acreditava que era tudo falso.

    - Conte-nos por favor. Diz Wánpi aproximando-se do templário com ousadia.

    - Aqui? Sem chance, serei rebaixado. Responde ele um pouco sem jeito e aparentemente nervoso, olhando para os lados e certificando-se estarem sozinhos.

    - Ficará entre nós. Ela diz com um sorriso malicioso, fitando-o. Prometemos não mencionar seu nome.

    - Está bem. Posso encontra-los lá, daqui alguns minutos.

    - Está certo. Diz ela voltando-se para os Guardiões.

    Spoiler:

    Todos partem para fora do castelo, aguardando na praça central, no feudo das Valquírias. E logo perceberam a chegada do mesmo templário, caminhando em curtos passos e constantemente virando-se para trás.


    - Hmm, vejo que tinham interesse sobre isso. Pois bem, o que posso ser útil?

    - Não, não tem ninguém nos escutando. Diz Pay após seu falcão pousar sobre seu braço.

    - Conte-nos sobre a Rosa Celeste. Diz Emura sentado sobre a fonte ao lado de Rockstar.

    - Qualquer informação já é alguma coisa. Observa Hypnos.

    - Não posso dizer muita coisa, afinal sou novo na Guilda. Mas posso tentar ajuda-los, essa organização tem má fama dentro da Guilda. Por seus métodos meio... exagerados de fazerem as coisas.

    - Exagerados..? como? Diz Emura.

    - Violentos. Diz Hypnos virando-se para Wánpí que fizera a mesma pergunta.

    - Sim, digo, terrorismo. Pregam a palavra de Odin acima de tudo. Quando se separaram de Midgard frente a batalha de Glast Heim, eles junto com seu líder e fundador chamaram nossa nação de corrupta e que não compreendiamos a palavra de Odin. Nos anos seguinte, eles alojaram-se em Hugel e começaram a fazer extermínios em Midgard, matando todos aqueles que contribuíam com a decadência do nosso reino. Claro, isso segundo eles.
    Diz o templário enfatizando.

    - Bom, alguns os seguem, dizendo que eles são herois -continua o Templário- O que posso dizer, é que eles são odiados pela República e detestados em Midgard.

    - Como facção revolucionaria? Pergunta Emura.

    - Exato. Diz o Templário olhando para Rockstar que parecia sério olhando para uma arvore próxima.

    - O ideal deles, pelo que me disseram, subordinar Midgard ao seu comando e implantar o que chamam de correto.


    - E como você sabe sobre essas informações? Hypnos aproxima-se do templário.

    - Há anos os templários da guilda tem seguido os rastros deles, para Midgard, nada mais obvio que tentar elimina-los. Afinal, são um incomodo e uma ameaça.

    - E porque você perguntou se eles ainda existem? Diz a arruaceira.

    - Desde o incidente em Morroc, eles desapareceram. Estavam dados como mortos.

    A conversa dura mais alguns instantes, perguntando-se a respeito do líder, logo o templário despede-se e os membros se entre olham. Rockstar dispensa todos e avisa-os que dará a próxima ordem assim que julgar necessário.

    Spoiler:



    Fim da Introdução.






    (off)

    Está dado o inicio da campanha, por favor, utilizem a separação entre (On) e (Off) visto que esse tópico poderá ser usado para representar as ações daqueles que não puderam participar da Role Play.

    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 24
    Localização : Rune Midgard

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  Bento em Sab Jun 11, 2011 8:03 am

    (On)

    Bento andava pela cidade de Prontera, voltando de sua última aventura, o qual o cansara fiscamente e psicologicamente.

    Ao ir para à antiga casa a qual haviam se encontrado, um rapaz saía de lá.

    - O senhor por acaso é Bento Quevedu? - Dizia o rapaz um tanto cauteloso.

    - Sim, eu mesmo. Por quê? - Bento indagava, achando estranha a reação do garoto.

    - O seu líder Rockstar, me pediu para que lhe explicasse pelo que passaram, pedindo sua presença nos próximos passos.

    - Passos? Sobre o quê? Me explique melhor. Vamos entrar e lá você me explica tudo direitinho.

    E assim Bento entra junto com o rapaz na casa velha. E assim o rapaz explica parte do acontecido com os Guardiões de Freya.

    - Entendo. Sendo assim, ficarei por perto, e alerta para mais uma chamada do Rock. Obrigado rapaz. - Bento agradecia dando uma gorjeta de 100 zenys.

    - Obrigado senhor. - O rapaz recebia contente sua gorjeta.

    (Off)

    Bomo como eu estava viajando não pude participar, mas pretendo participar das próximas (se o Rock deixar neh...¬¬').

    O cenário parece trazer muitas surpresas e aventuras. Aguardo a sequência.

    Abraços.
    avatar
    Power Ranger Azul Piscina
    Seeker
    Seeker

    Mensagens : 380
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 13/11/2010
    Idade : 22
    Localização : Atrás de você, olhando por cima do seu ombro... Nem pense em virar.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  Power Ranger Azul Piscina em Sab Jun 11, 2011 4:20 pm

    [On]
    Bear estava em Prontera sentado comendo mel perto de uma casa, e vendo a movimentação das pessoas, um rapaz então passa e olha para Bear.
    -Você com certeza deve ser Bear! - Diz o rapaz se aproximando de Bear.

    -Aaaaah, o que você quer? - Diz Bear assustado.

    -Calma urso, calma, vou apenas lhe explicar umas coisas que seu Líder pediu.

    -Tá, quer mel ?

    Após uns minutos de explicação, o rapaz termina.

    -Aaaaah! Tenho que parar de ser tão pateta e ficar mais atento aos pedidos do tio Rock. - Bear então se despede do rapaz, que vai embora.
    [Off]

    Hááááááá! Ò_ó
    Bom já que eu sou vagabundo e muito legal 8D
    Dá próxima eu participo, desculpa ter faltado na primeira parte, muita coisa acontecendo ao mesmo tempo [ Aulas, Revisões, Provas, Fome, Sono... ] Q.Q
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Dom Jan 15, 2012 12:16 am






    |Estavam reunidos nesse dia os seguintes homens do qual lhes apresentam|

    Fish-Teacher

    ByLordzin

    Saylos

    Deodor Scutiffe



    Os Guardiões de Freya, digo, Garten Von Edda, estavam reunidos numa velha casa de Prontera, todos a espera do convidado em especial - Deodor Scutiffe- líder da Aliada Rosa Celeste. Sempre pontual, algumas leves batidas são ouvidas do lado de fora, era Deodor com um sobretudo preto e um botão preso a ele no peito, ao lado direito. Uma humilde rosa, entrelaçada feita de uma liga simples de prata e ouro fundidos.

    Fish- Teacher, o feiticeiro cujo o paradeiro era desconhecido até então e por muitos dado como morto, ressurgia das cinzas naquela sala, e convidava o velho paladino a adentrar na sala.

    - Entre. Diz prontamente.

    Após alguns instantes de desentendimento e uma verdadeira discussão enérgica entre Deodor e o feiticeiro, este lhe traz uma xícara de um chá qualquer que encontrara como forma de cortesia e para adiantar a conversa para seu verdadeiro objetivo. Após um guloso gole por parte do líder da R.C, este toca no assunto principal após Fish insistir.

    - Mais alguma coisa capitão? Diz Fish olhando-o profundamente.


    - Nada não meu bom homem.Pois bem, vou direto ao assunto. -ele faz uma pequena pausa e passa a língua em um dos cantos do lábio-
    Desde o desaparecimento de Oliver, dia 29/06 data o qual foi visto em Rache, A Rosa Celeste começou uma investigação peculiar. Visto que a hierarquia da GdF se desestabilizou não achamos seguro contacta-los até obtermos frutos maduros.
    Encontramos evidências de uma pesquisa que o Comandante Rockstar estava tendo, alias, realizando na República.Para ser mais claro, na Biblioteca de Juno.


    Bylordzin o olhava com atenção sem dizer palavra alguma.

    -Com algum esforço conseguimos uma amostra dos arquivos, era uma pesquisa sobre a aplicação de fragmentos de Ymir.

    Ele retira os documentos de um bolso interno do sobretudo e os coloca na mesa de centro.

    - O Rockstar estava nessa pesquisa? Fish examinava os documentos, folhando-os e demonstrando um impulso de curiosidade em suas expressões.

    -Há registros na biblioteca que esses foram as páginas que ele consultou abrange um pouco da história da Rekember inclusive.

    A conversa estende-se por mais uma dúzia de minutos, a palavra Rekember, proferida por Deodor parece ter causado certa confusão no grupo de aventureiros presentes ali. Deodor toma por sua vez seu chá e diz que não poderia se envolver no rumo da investigação visto que isso era um problema interno do clã e seu papel de aliado estava cumprido.

    Após a saída de Scutiffe, o grupo dividiu-se em duas opiniões divergentes: investigar a Sede da Corporação Rekember por Bylordzin ou seguir em frente a Biblioteca de Juno por Fish-Teacher.

    Pela proximidade em questão foi decidido ir em rumo a Biblioteca, caso essa teoria falha-se, estavam a meio caminho da cidade tecnológica de Lighthalzen.


    A cidade flutuante de Juno, sede do Governo da República de Schwarzwald é uma cidade conhecida por sua arquitetura antiga e rustica, encrustada de gemas que imitam portais, mas que por sua vez a faz flutuar sobre um abismo infinito da mais profunda escuridão, este que por sua vez foi aos poucos sendo conquistado por inúmeros cavaleiros e magos e hoje compõe uma das mais terríveis dungeons a ser enfrentada. Mas tão quanto sua fama por esses feitos, relaciona-se essa cidade aos constantes ventos, experimentados por Fish-Teacher e seu conjunto fabuloso de penas douradas arranjadas alinhadamente sobre sua nuca, compondo um chapéu um tanto excêntrico que hora ou outra balançava enquanto que ele tentava de alguma forma obter informações do Bibliotecário que estava na rua exposto a aqueles fortes ventos tentando fazer um cão vira-lata parar de latir.

    Fish-Teacher logo obteve dados concretos de que Deodor havia estado ali a procura de informações sobre determinada pessoa e que os volumes pesquisados eram sobre a tecnologia do funcionamento de aeroplanos associadas a energia dos fragmentos de Ymir.
    Antes de tudo também foram extraídos os registros de Oliver e sua pesquisa e até mesmo as páginas do volume em questão visto que Fish furtivamente arrancou as páginas do livro e passou despercebido pelo bibliotecário que não os deixou levar o livro.

    "|Sistemas e Plantas sobre Aeroplanos parte I, Corp. Rekember L.T.D.A|"

    " O sistema[...] consta em obter energia através de Fragmen[...]"

    O livro em questão foi retirado por Oliver no dia 07/07.

    Após saírem da Biblioteca, o grupo decidiu passar a noite na Base de Juno, visto que as informações que Deodor forneceu pareciam apontar para a direção do solucionamento do caso de Óliver Astelir Sielfhem e entrariam prontamente em contato com a GdE.

    Continua.

    Spoiler:

    post-scriptum
    Visto que essa Role Play foi interrompida devido a sucessivos problemas de login in game e principalmente o que levou a sua ruptura em um arco não de acordo com o ocorrido - faltou luz aqui em casa...- será refeito o trajeto de Lighthalzen, o que torna possível a entrada de novos participantes da mesma. Isso ocorrerá hoje, domingo às 19 horas em Juno. Obrigado por virem a Role Play, o relatório foi bem simples justamente porque prometi a mim mesmo fazer coisas simples que venham a facilitar a vida do povo rsrsr, e também para por em dia a situação para aqueles que desejam participar.

    Abraços, Rockstar.









    Última edição por -Rockstar- em Dom Jan 15, 2012 1:17 pm, editado 1 vez(es)


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    takeshimaid
    Hodremlin
    Hodremlin

    Mensagens : 185
    Reputação : 1
    Data de inscrição : 09/03/2011
    Idade : 21
    Localização : Death City

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  takeshimaid em Dom Jan 15, 2012 7:22 am

    Eu vou participar da continuação, espero que não tenha nivel minimo, por que meu Teakwondo tá fraco.
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Dom Jan 15, 2012 1:08 pm

    takeshimaid escreveu:Eu vou participar da continuação, espero que não tenha nivel minimo, por que meu Teakwondo tá fraco.

    Não se preocupe Takeshi, com um pouco de cuidado vc sobrevive
    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    DaniloMorgan
    Hodremlin
    Hodremlin

    Mensagens : 179
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 31/10/2010
    Idade : 26
    Localização : Yggdrasil, A Árvore da Vida

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  DaniloMorgan em Seg Jan 16, 2012 1:46 pm

    Pena que não deu para participar. T.T Sem PC não dá neh?

    Parece que foi boa a RP, e quem participou deve ter gostado ou não.

    Bem, mais um relatório bem feito como sempre Rock.
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Qua Jan 18, 2012 9:09 am




    |Estavam reunidos nesse dia os seguintes homens do qual lhes apresentam|

    Fish-Teacher

    Ermian

    Velvet Steno

    :Mordred:

    Olivier Alex Armstrong

    Sifero


    Após os últimos acontecimentos resultantes da busca minuciosa de Deodor Scutiffe. Fish-teacher entra em contato com a Garten Von Edda para continuar a perseguir o paradeiro de Óliver Sielfhem. No dia seguinte, alguns novos membros foram agregados a busca entre eles o ilustre Comandante Ermian, pai do desaparecido Bento Quevedu, conselheiro da Gdf. Um misterioso pistoleiro cuja sua presença causava certa nostalgia aos presentes ao lembrarem do falecido Skull. Uma maga cuja sua venda sobre os olhos causava desconforto e mistério associados a sua imagem e um Taekwon-Do chamado Olivier cujo os cabelos dourados causavam um ar de nobreza.




    De imediato, Fish-teacher os atualiza sobre o que ocorreu até então, e ambos concordam que a Corp. Rekenber possuia grandes indícios de estar envolvida no caso do desaparecimento do Comandante Freyano. Ambos dirigem-se rapidamente ao Aeroplano ao passo que ao embarcarem, a aeronave balançava devido a uma turbulência típica dos aeroplanos tão quanto sua lerdeza como alguns diriam. Mal haviam percebido eles, que aquela grande geringonça teria sido uma das ferramentas que levara ao desaparecimento de Óliver resultando em uma sucessão de má sorte até mesmo aos envolvidos nessa busca.



    A cidade de Lighthalzen apresentava-se aos herois como o centro de todo o caso, ali havia estado Rockstar como tudo havia indicado e também ali estava a provável vilã dessa trama, a Corporação Rekenber que antes de mais nada era responsável pela fundação de um dos maiores orgulhos da República. Os aventureiros caminham entre a praça e um lindo jardim que logo dá lugar a uma estreita ponte dotada de passarelas e monumentos, a passagem era o meio de acesso a Sede Rekenberiana.




    Ao pisarem dentro do palacete que se erguera como fruto do desenvolvimento tecnológico da Corporação, seu lustroso piso refletia as luzes do salão como um todo, entre um dos ali presentes, parecia já estar familiarizado com aquele lugar, trazendo a tona fortes lembranças dolorosas ou não. No balcão estendido ao centro do palacete, uma jovem de seios fartos, digo-lhes... uma eficiente funcionária os fazem assinar uma série de atas de presença e crachás para poderem ter acesso a biblioteca que continha os outros dois volumes da coleção que Rockstar pesquisara em Juno. Enquanto isso, Olivier Alex Armstrong conseguia obter os livros graças a um ticket que indicara sua posição social. Outro grupo seguia para Fora da Sede, justamente porque o próprio autor do livro, um cientista interno da corporação iria recebe-los para conversarem ao ar livre durante seu intervalo.





    Após um cigarro ou outro, o excêntrico cientista fala a eles que Óliver estava interessado em muito mais do que o funcionamento dos aeroplanos mas também sobre outras aplicações dos fragmentos de Ymir em monstros e até em humanos, visto que o jovem dizia a ele que houvera um vazamento de maná provavelmente oriundo de um fragmento no Templo de Rachel e portanto o Comandante Freyano o vistara constantemente durante o intervalo de 22/07 até 30/08 quando sumiu sem se despedir, com base nisso era provável a sua estadia no Hotel local.


    Após chegarem ao hotel, os aventureiros se deparam com o funcionário do hotel, esse lhes conta que havia um quarto alugado por alguém chamado Óliver desde o dia 22/07 mas que permanecia alugado, pois fora pago 5 meses adiantados. Dentre os registros também fora achado um bilhete cuja caligrafia era idêntica as anotações da Biblioteca de Juno e dos livros em posse de Ermian. Sem dúvida era de Rockstar. No bilhete, havia ordem expressas de não permitir que ninguém entrasse, nem mesmo a camareira do hotel. Por isso, o funcionário só poderia abrir o quarto se eles tivessem uma liminar da policia local.

    Após alguns momentos na delegacia, e a comprovação da identidade dos presentes ali, o Delegado autoriza os presentes a abrir o respectivo quarto no hotel.



    O quarto não estava perfeitamente organizado, mas nada que parecesse ter sido invadido. Sobre a mesa, alguns livros velhos sobre a pesquisa de Rockstar e anotações da mesma. Mais precisamente sobre a cama havia a seguinte mensagem:



    Recebi há alguns dias atrás cartas de um dado ex-cientista da Rekenber do qual afirma ter participado de uma pesquisa sobre a aplicação dos fragmentos de Ymir em humanos. Nos encontraremos hoje às 20 horas na Torre do Relógio em Al de Baran.

    01/09

    Comandante Freyano Oliver Sielfhem.




    Após chegarem a Al de Baran, Ermian encontra Sifero, um exímio renegado do qual já houvera ocupado um dos cargos da GvE mas que agora estava a desbravar as planícies rochosas de Juno. Após souber sobre o que Ermian e os outros estavam investigando ele aceita participar da missão.
    A primeira tentativa de encontrar o paradeiro de Rockstar fora feita perguntando ao Emissário de Morroc se ele se lembrava de algo notável envolvendo um cavaleiro rúnico de cabelos azuis, do qual falhou. Visto que o encontro tivesse ocorrido em setembro, seria muito difícil ele se lembrar, portanto ele diz aos cavalheiros ali presente que informações desse tipo eram encontradas em tavernas, claro que isso lhes exigiriam alguma sorte.

    Na taverna, os aventureiros perguntam ao dono dela sobre algo relacionado a Oliver, ao mesmo tempo, um dos que estavam ali bebendo torna-se muito nervoso, digo, tremulo.
    Era de longe notável que aquele homem sabia de algo, suas mãos tremiam a medida que cada passo dos aventureiros se aproximavam dele. Logo o homem confessa que participara do que havia ocorrido naquele dia.


    No dia em que Rockstar chegara a Al de Baran, o mercador falido teria sido abordado por alguns homens muito bem vestidos para que ele conduzisse o cavaleiro até fora da cidade passando-se por cientista. Caso conseguisse, receberia uma contia de 300.000 zenys. Após levar Oliver para fora, os homens estavam a sua espreita e o imobilizam, sequestrando. O mercador teria sido pago e sua participação encerrada. Compreendendo que o que fizera era errado, ele mostrava-se arrependido e os fala que desde aquele dia, suspeitava que os supostos sequestradores estavam abrigados em uma cabana próxima aos grand-pecos pois desde aquele dia a noite era visto uma luz muito fraca na direção norte do planalto.

    Os aventureiros resolvem seguir essa pista mas ao mesmo tempo sentiram pena do pobre homem pois caso a operação falhasse ele sofreria retalhações, por isso, o justiceiro Mordred ofereceu-se para escolta-lo junto com sua familia até Prontera por precaução.



    A noite não ajudara em nada os herois, estava sinistra, escura e mal dava para ver um palmo a frente. Para amenizar esse problema, lâminas auras e chamas reveladoras foram convocadas por eles. Ao chegarem próximo a cabana com alguma dificuldade devido aos monstros.
    Ermian se aproxima da janela e percebe a presença de três mercenários. Dois sentados e um em pé, falando sobre dar fim na vítima pois a alguns dias já estavam sem mantimentos pois um dos integrantes não voltara mais de Al de Baran e quanto mais esperassem, mais seria difícil saírem ilesos visto que estavam ali já a 3 meses sem receber uma ordem dos contratantes.


    A pressão decai sobre os herois, e com isso eles decidem arrombar a porta e desmanchar o carcere, mesmo que não fosse Oliver era a atitude certa a ser feita. Dado o ponta pé sobre a porta por Ermian, os três mercenários assustam-se, e um deles sai correndo quarto a dentro onde estava a vitima. Os outros armam-se com suas katares e adagas e partem para cima. Uma luta sangrenta trava-se ali, que tem como desfecho final alguns ferimentos leves em cima dos aventureiros e uma demostração de poder enorme por parte de Sifero. O maior contra-tempo da missão teria sido a porta do quarto onde estava a vitima e o mercenário.


    Após cair o último mercenário que estava em pé, Ermian encontra Rockstar amarrado e amordaçado, com um ferimento grave sobre o abdômen provocado pelo mercenário que tentara por fim a sua vida. Com isso, Ermian usa um fruto de yggdrasil para amenizar o ferimento até o cavaleiro rúnico receber os devidos cuidados. O mercenário que estava no quarto permanecia inconsciente, e com isso após alguns instantes lúcido, Rockstar manda traze-lo para um futuro interrogatório.

    Oliver é auxiliado por Fish e Ermian a caminhar de volta para Al de Baran, enquanto que Sifero amarrara o mercenário e o trazia arrastando-o divertindo-se com a punição que aplicava. A maga um pouco ferida devido ao confronto, iluminava a frente de todos. Estavam todos confiantes, pois sabiam o que aquilo significava, a volta dos Guardiões de Freya.

    Fim da parte II da Campanha A Rosa Celeste.




    Obrigado a todos que participaram dessa Role Play.


    Abraços, Rockstar.




    Última edição por -Rockstar- em Qua Jan 18, 2012 10:29 am, editado 1 vez(es)


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 24
    Localização : Rune Midgard

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  Bento em Qua Jan 18, 2012 10:00 am

    [off]

    Claro, um ótimo Relatório.

    Gostei da parte do ilustre Comandante Ermian >_>.

    Só um detalhe, acho que não notou, pois eu te ferrei separando o clã na hora dos livros >_>. Mas não foram furtados, atráves do Take, com o personagem dele
    teria uma certa influencia naquele prédio por sua hereditariedade, o que nos permitiu uma autorização por um cientista de sair com os livros. (ao apresentarmos um ticket). e.e

    Mas enfim, adorei a RP, e espero a próxima \o/.

    Abraços.
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Qua Jan 18, 2012 10:30 am

    Prontinho, concertado Ermian, obrigado por avisar e obrigado pelo elogio hehehe

    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Fish-Teacher
    Hodremlin
    Hodremlin

    Mensagens : 142
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/02/2011
    Idade : 23

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  Fish-Teacher em Qua Jan 18, 2012 10:46 am

    Ótima RP e relatório Rock,foi muito legal.
    Aguardo a próxima.

    Abraços,Fish-Teacher.
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Sex Ago 03, 2012 7:09 pm



    |Estavam reunidos nesse dia os seguintes homens do qual lhes apresentam|
    [darkblue]

    -Rockstar-

    Akizuki Youjirou

    .P A I N.

    Yuuki Takahashi'

    Hans F. Ludwing

    Saylos

    .Ðeco.




    |L|ogo após o interrogatório de Luel, Rockstar, o líder dos Guardiões de Freya, reunira todos na sede secundária para assim dar um rumo nas investigações a cerca do seu desaparecimento. Após a atualização de todo o caso, principalmente, o envolvimento da Rosa Celeste nas investigações, tornava-se nítida a preocupação do clã a respeito de Deodor Scutiffe, Reitor da Ordem.

    A situação mostrava-se complexa, o mercenário Luel deixara claro que o mercador que dizia-se inocente e fora escoltado por Mordred era na verdade a cabeça por trás de todo o caso.
    E com isso, era necessário buscar pistas no seu envolvimento e confirmar seu paradeiro.

    Apesar do contratante dizer ser pertencente a uma grande organização daRepública de Schwarzwald os Guardiões decidiram retomar o trajeto feito na noite do sequestro de Rockstar e perguntando a ele sobre como as coisas procederam.

    Em Al de Baran, Rockstar apontara que o encontro com o suposto mercador teria sido atrás da torre do Relógio, e que na verdade ele se apresentara como um ex-cientista da Corporação Rekember com grande conhecimento sobre Fragmentos de Ymir e sua aplicação,sendo assim, convencera Rockstar a sair as pressas de Lighthalzen e encontrar-se com ele em Al de Baran. Após se encontrarem, Rockstar fora levado para fora da cidade e abordado pelos mercenários com formol e levado ao seu cativeiro.





    Mesmo após voltarem ao local do cativeiro, nenhuma grande pista fora encontrada, apenas marcas da batalha travada entre os mercenários e os antigos membros da Garten Von Edda. A investigação não apresentava muito progresso, apenas vários caminhos num emaranhado de fios soltos que pareciam ter sido minunciosamente amontoados para confundir qualquer um que tentasse desvendar o mistério. Porém, como um golpe de sorte, os Guardiões conseguiram confirmar que de fato o mercador era o mandante do sequestro após consultarem o Gerente do Bar na taverna de Al de Baran, era ele o fornecedor de mantimentos ao bando e semanalmente encontrava-se com o mercador e sua lista de compras semanais.



    No fim do dia, Rockstar despedia-se de todos e agradecia pelo progresso feito até então, fora confirmado nesse dia que o mercador escoltado para Prontera por Mordred armara tudo até ali, porém criava um paradoxo pois ele próprio contribuiu para o fim do carcere. Logo, os membros dos Guardiões de Freya suspeitavam que tudo fora armando da Ordem da Rosa Celeste para ganhar a confiança na Aliança com os Guardiões de Freya.
    Seguindo por essa conclusão cria-se simultaneamente duas perguntas:

    A Rosa Celeste está realmente envolvida no desaparecimento de Rockstar?
    Qual seu verdadeiro interesse nos Guardiões de Freya para tramar tudo até ali?


    Essas perguntas poderão ser esclarecidas na reunião que Rockstar marcara com o líder Deodor Scuttife, Reitor Sacro da Ordem a pedido dos membros dos Guardiões de Freya.

    Fim de Relatório: Campanha A Rosa Celeste. Jogo de Espelhos, parte II.




    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  -Rockstar- em Ter Set 04, 2012 7:30 pm






    Participaram deste espisódio da Campanha os seguintes personagens:

    -Rockstar-

    Neku Yuki

    Hans F. Ludwing

    Lebyda

    Cifer.F.Stifler.

    Deodor Scutiffe

    Baröak

    Eleaus



    Ao entrar - Deodor Scutiffe- olhava ao seu redor e notava que um minucioso grupo de integrantes dos Guardiões de Freya o esperava com chá e olhares mal encarados. O seu líder, Rockstar, o fitava com um olhar sério e um pouco preocupado. Um sábio estranho com um livro aberto que dizia no titulo algo relacionado a Glast Heim e outros 2 integrantes, entre eles um gato estranho do qual subestimava-o por parecer apenas de estimação.



    Deodor já imaginava o que o esperava ali, sabia que o livro que o professor lia a sua frente não era por mero acaso. Ele devia convencer os Guardiões dos seus ideais, e principalmente responder as perguntas dos seus aliados com convicção. Logo elas vieram, parte por Rockstar, mas principalmente pelo sábio e o gato que tentava apaziguar os dirvergentes pontos de vista a respeito da postura de Rune Midgard.

    O Guardião Real e Reitor da Ordem explicava para Baröak como tornou-se guardião, e como sua organização adotava uma postura contrária a Midgard, do qual acusava-a de ser um reino do qual distorce a sua fé em Odin para interesses próprios e criara uma paz que apenas a privilegiava em torno do seu expansionismo que ferira a autodeterminação de Impérios como o de Payon.

    Porém a discussão calorosa fora interrompida por um golpe certeiro de escudo do Guardião contra a cabeça de Oliver que caira tonto contra o chão e todos ficavam perplexos. O real motivo da ação do Reitor logo se mostrava contra a madeira do corrimão. Uma faca envenada fora jogada contra a janela, era a declaração de um bando de 6 mercenários que entravam na casa. Dois pelas janelas do segundo andar que davam para a biblioteca principal e outros quatro pela entrada a janelas do primeiro andar. A batalha foi incessante e trouxe saldos negativos aos Guardiões porém nenhuma morte, apenas destruição e um dos membros, Baröak que ficou inconsciente por algumas horas após ter sido brutalmente ferido pelos golpes do mercenário.

    Um novo personagem - Eleaus- também entrara em cena durante o conflito, que num primeiro momento entrava pela porta arrombada e tentou impedir a luta, porém após ser atacado por um dos mercenários também se pôs a favor da Guilda que procurava. Inclusive reconhecendo o seu líder e um dos ilustres membros.



    Mesmo após o fim do conflito, Deodor ainda percebera que era alvo de desconfiança dos Guardiões. Principalmente por ter sido atacado pelos próprios membros no primeiro momento do conflito.

    Após derrotarem todos os quatro mercenários do primeiro andar, os Guardiões correm para o andar superior. Durante a batalha, Cifer - um noviço- diz para deixarem um dos mercenários sobreviver para ser interrogado mas era tarde demais, esse caia ao chão por um golpe certeiro de Lebyda. No mesmo instante, os Guardiões escutam a cavalaria de Prontera que invandia o lugar após verem o estrago provocado no estabelecimento pelo lado de fora. Deodor Scutiffe se esconde rapidamente por ser procurado pelo Reinado. Os Guardiões decidem protege-lo em um primeiro momento e prestam explicações para a cavalaria.



    Por fim, os corpos são revistados e uma nova pista é encontrada: O mandante do crime era "Delacroix" o mesmo mercador de Al de Baran e mandante do sequestro de Oliver. No bilhete encontrado, também constava a cidade de Hugel, sede da Ordem da Rosa Celeste. Deodor volta para Hugel e se compromete em por fim ao mistério custe o que custar.



    Fim do Relatório da Campanha
    A Rosa Celeste: Interesses Ocultos.


    Abraços, Rockstar.





    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)

    Conteúdo patrocinado

    Re: Relatórios: [RP] A Rosa Celeste

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 24, 2017 7:12 am