[RP] A Noite Cadente

    Compartilhe
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  -Rockstar- em Qui Jul 14, 2011 8:11 pm



    Música:

    - Meu bom homem, me diz de onde você é?

    Diz a pacata senhora, um pouco mais de 40 anos, servindo um copo de leite ao homem que estava sentado no sofá com um estranho instrumento em mãos.

    - De longe senhora, mas passei longos anos por essas andanças.

    - Entendo-te, é um aventureiro? Minha filha – ela aponta- feche as janelas do segundo andar e prepare o quarto ao nosso hospede.

    A garota cumpre sem questionar, e sobe os degraus da estalagem de Geffen.

    - Não senhora. Sou apenas um contador de histórias.

    O cavaleiro se balançava sobre a cadeira e o encarava com seriedade.

    - Sabe, amanha, logo que essa chuva passar poderia ir comigo caçar petites, sei que não sou muita coisa, mas garanto que o Leonardo te protegera, ele é o mais valente templário que já vi. O cavaleiro referia-se ao seu colega de quarto.

    - Não posso me perdoe, minhas histórias são diferentes destas de qualquer bardo. Então de pouco ajudarei e irei embora logo cedo.

    - Hm... ta certo. Então conte uma das suas histórias, esse temporal nos deixara aqui por toda noite no mínimo.

    A filha da dona da estalagem a já havia voltado e passava a tricotar algo, um pouco incomodada com os olhares do bardo.

    - Me diz menina, o que queres ouvir de um bardo? Sei muitas histórias.

    A inocente garota o encara por alguns segundos e olha aflita para sua mãe, que gesticulou algo a moça.

    - Que tal, um romance? Conhece algum?

    O bardo sorriu, fechou os olhos e esticou seus braços, estralou os dedos e voltou a sorrir como um diabolik olhando a todos com certa arrogância.

    - Contarei uma história que fora esquecida pelo tempo, que aconteceu sobre as ruínas subterrâneas desta cidade.

    Ele então passa a tocar uma melodia suave enquanto que passava a cantar com uma voz serena, que fazia um arranjo perfeito com a chuva que batia a janela. Todos se deixam envolver pela melodia que falava sobre um lindo casal que existiu entre a arcana Geffenia e antiquada Glast Heim, ele um alquimista e ela uma elfa que se separaram durante a guerra.

    Assim, a melodia seguiu-se até o fim da tempestade e ao fim do jovem casal que morrera naquele tempo.
    O bardo então se levantou e dirigiu-se ao seu quarto para descansar, todos ali se entreolhavam com certo receio do que ele havia dito em suas letras poder ser verdade.

    No dia seguinte, o bardo não foi encontrado e desaparecera do mesmo modo que havia chegado, sobre a cama, havia uma alta quantia de ouro e um bilhete:

    “Sinto muito se os deixei neste estado, mas como disse, minhas historias são foras do comum. Não se preocupem vocês me acolheram, e como forma de gratidão foram poupados do que veio junto com essa noite.”


    Naquela manhã, em torno de 12 pessoas desapareceram misteriosamente em Geffen. Mais tarde a academia mágica de Geffen encontrou os corpos em suas casas, dilacerados e mutilados. Abrindo um inquérito para investigar o caso sobre a tutela da cavalaria de Prontera. Porém, essa história fúnebre espalhou-se rapidamente por Midgard a ponto de reunir aventureiros interessados em resolver o caso.




    Essa Role Play ocorrerá dia 15/07/11 às 22 horas, próximo a torre de Geffen.




    Abraços, Rockstar.



    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Power Ranger Azul Piscina
    Seeker
    Seeker

    Mensagens : 380
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 13/11/2010
    Idade : 22
    Localização : Atrás de você, olhando por cima do seu ombro... Nem pense em virar.

    Re: [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  Power Ranger Azul Piscina em Qui Jul 14, 2011 8:23 pm

    [Off]


    Oba, agora eu to ancioso pela RP, vou rezar pro meu irmão ter viajado até lá *---*

    Se eu não aparecer, é por que o meu irmão não viajou, se eu aparecer é por que eu to ON >=]

    Certo, até a RP entom OuNom
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 24
    Localização : Rune Midgard

    Re: [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  Bento em Qui Jul 14, 2011 8:32 pm

    Farei o possível pra ir.

    Abraços.
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 24
    Localização : Rune Midgard

    Re: [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  Bento em Sex Jul 15, 2011 9:03 pm

    Pessoal, nao poderei ir na rp, acabou a energia aqui...=/

    PS: To digitando do celular.

    Abraços.
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  -Rockstar- em Ter Jul 19, 2011 4:13 pm





    Música Tema:


    A noite de Geffen possuía algumas particularidades diante das demais noites em Midgard. Não apenas pela sua magia, ou por seu formato em particular das outras cidades. Imagine como é passar a noite em um lugar como este? Como é estar entre dois abismos tão distintos, a amaldiçoada Geffenia sobre seus pés e uma cidade afundada sobre as ruínas tão próxima como Glast Heim?

    Pois te digo que pisei por lá uma vez, não, mais de uma vez, foram várias. Chamo-me Dies Chaos, nascido do pranto do meu pai e da pura essência de minha mãe, vivo a cumprir o destino ordenado a mim como quem escreve o fim de um livro. Do qual narrarei um trecho deste aqui:

    Ao sul da cidade de Geffen havia um guarda, o guia local, como é conhecido. Portando a sua lança, mostrava-se destemido até aquela noite cadente do qual surgi.

    Estava contando a história de meu pai a aquela pobre gente da estalagem e eles olhavam perplexos pela maneira que eu narrava, de fato creio que gostaram, mas não pude conter o vazio que há em mim, adiantei-lhes o final daquela morbida historia e retirei-me ao meu quarto.

    Sobre os raios de luz que a lua emita pela janela por entre as nuvens chuvosas, notei que havia chegado a hora de cumprir o que eu havia prometido ao leito do meu pai. Levantei rapidamente a janela do meu quarto e sentei-me sobre aquele vão entre a janela e o quarto. Afinei calmamente meu violoncelo enquanto admirava a chuva e as nuvens e comecei a tocar o som delicado das quimeras.

    Aos poucos, as fantasticas criaturas criadas por meu pai – como eu- cruzavam os muros de Geffen em uma velocidade surpreendente. Suas jubas eram iluminadas pela lua enquanto que as cobras junto a sua cabeleira torciam-se umas sobre as outras.
    De fato, parece estranho encontrar beleza nisso, mas quando você passa a eternidade fechado sobre as ruínas de uma cidade, passa a ver o mundo por outros olhos. E lá iam elas, rápidas como algozes executar o que foi pedido por mim.

    Entravam nas casas, entravam nas lojas, entravam na torre de Geffen e cumpriam a sentença dada por séculos atrás a todo que participara daquele crime. Todas lambusavam-se sobre o sangue humano ao me encontrar, algumas ainda mastigavam os restos dos 12 corpos que eu trouxe naquela noite.

    Porém, esqueci do pobre guarda – aquele mesmo que iniciei a história-, ele me olhava com os olhos arregalados e nervoso por ter visto eu acarenciando aquelas feras ensanguentadas que misturavam o vermelho vivo com as poças de água morna que a chuva acumulara. Não lhe disse nada, não queria atrapalhar meus acordes com uma vitima a mais, naquela noite seriam doze.

    Nesta noite, digo, hoje, darei fim a sua vida. De um modo particular, ele não merece as quimeras que meu pai preparou com tanto aguardo, eu mesmo darei fim a sua miseravel vida enquanto que minha compaixão se faz presente em cada golpe que executarei sobre seu corpo.

    Inicia-se a parte II.






    Essa Role Play ocorrerá dia 22/07 às 22 horas na cidade de Geffen, próximo a torre.



    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Fubuki
    Beholder
    Beholder

    Membro
    Mensagens : 17
    Reputação : 3
    Data de inscrição : 18/07/2011

    Hummmmmmm

    Mensagem  Fubuki em Ter Jul 19, 2011 8:04 pm

    Eu não fui na primeira parte , mas posso ir na segunda ????
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  -Rockstar- em Ter Jul 19, 2011 10:50 pm

    Claro claro, é para ir!

    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)

    Conteúdo patrocinado

    Re: [RP] A Noite Cadente

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 24, 2017 7:19 am