[OneShot FIC] A Luz de um Novo Mundo

    Compartilhe
    avatar
    Agolas Grindelwald ~*
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 25
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 06/08/2011
    Idade : 22
    Localização : Atualmente Prontera

    [OneShot FIC] A Luz de um Novo Mundo

    Mensagem  Agolas Grindelwald ~* em Sab Ago 20, 2011 12:41 am

    A Luz de um Novo Mundo











    Era um dia comum em Prontera, o clima estava quente e umido, como sempre, muito agradavel. Gerardo Grindelwald estava na Bibliotéca de Prontera, como gostava de fazer em seu tempo livre, quando não estava com os guardiões ou em suas caçadas. Diferentemente da Bibliotéca de Juno que estava sempre lotada, a Bibliotéca de Prontera era um lugar agradavel para ele, um lugar calmo e sucegado, onde podia matar as saudades do tempo em que estava na Academia de Khiel Hyre.

    - Bom, Acho que já vou indo Lilian - Disse Gerardo ao acabar de guardar uma pilha de livros

    - Oh, Sr. Grindelwald, Quase me esqueci que estava ai - Responde Bibliotecária que parecia ter acordado de um cochilo - Sempre tão sereno em sua leitura... é como estar sozinha

    - Hehe... Bom acho que já esta na minha hora... - Diz Gerardo um pouco encabulado

    - Até breve - Responde a Bibliotécaria esfregando os olhos

    Gerardo caminho poucos metros até uma estalagem onde se hospedava quando estava por ali. Ao entrar na estalagem, é surpreendido pela Recepicionista

    - Sr. Grindelwald? - Diz a senhora com quem mais cedo alugara um quarto

    - Sim? - Responde Gerardo

    - Uma carta... Chegou uma carta para o Senhor - Diz ela confusa - É Dificil nossos hospedes receberem cartas, geralmente são aventureiros que não tardam a sair, então desculpe pela indelicadesa

    - Ah, que isso, não há problema

    Ela entrega a carta nas mãos de Gerardo, ele logo percebe que era uma carta vinda de Juno, na mesma hora pensou que algo deveria ter acontecido com o Professor Salomão, o velho amigo de seus pais, então correu para seu quarto na estalagem e trancou a porta. O quarto não era luxuoso, era bem simples, mas bem aconchegante. Gerardo não se demorou, sentou na cama de molas que não parava de rangir, e então abriu o envelope:

    Querido Gerardo, Primeiramente queria lhe dizer que recebi suas cartas, desculpe se não pude responder a todas, estamos todos muito ocupados aqui na universidade. Bom, não vou me prolongar, a algum tempo nós da Universidade de Juno Extamos nôs empenhando em explorar o Novo Mundo em busca de novos tipos de magía, e após algums relatos de Sábios enviados para reconhecimento das terras, tenho motivos para acreditar que talves seus pais não tenham morrido naquele acidente terrivel apos a destruição da fenda artificial. Não quero que crie falsas esperanças, mas é melhor vir o quanto antes à República de Schwarzwald.

    Assinado seu velho amigo:
    Salomão

    Gerardo não sabia oque fazer, não sabia oque pensar. Apesar de ter se revoltado contra o mundo pelo fato de seus pais terem o abandonado pelos motivos mais torpes, ele sempre se conformou de suas mortes, e agora, existe a possibilidade deles estarem vivendo em algum lugar, em uma outra dimensão, mais mesmo assim vivos e saudáveis

    Gerardo Partiu em disparada para fora, saiu como um raio da estalagem, se desviou de todas barracas que lotavam a praça central (e tambem todo o resto da cidade) de Prontera. Ao chegar em izlude, entrou no aeroplano impaciente, e como uma ironia do destino, o aeroplano foi atacado por criaturas amorficas, oque atrazou ainda mais oque deveria ser uma curta viajem.

    O Crepusculo ja estava em seu fim quando conseguiu desembarcar no aeroporto de juno, não tardou a ir para a Universidade. O frio ja começava a mostrar sinais de que a noite chegava, já que juno se localiza acima das nuvens, seus dias sem nuvens eram sempre bem quentes e suas noites sempre bem gélidas.

    Ao Chegar na Universidade, foi ao encontro do Professor Salomão, que o aguardava em sua sala

    - Oh, Gerardo, Pensei que não demoraria tanto a vir - Diz o velho professor que parecia aflito

    - Tive alguns problemas de percurso - Diz Gerardo ofegante

    - Escute Gerardo, como você pode ler na carta, temos motivos para acreditar que seus pais estejam vivos em algum lugar de Ash Vacuun.. Descobrimos no Novo mundo, Grupos de pessoas que teriam supostamente entrado na dimensão do Novo Mundo, de maneira semelhante a do seus pais, ou seja, tentando burlar as leis naturais do universo. Infelizmente, todos acabaram perdendo a memoria no processo, e so podemos descobrir quem eram por velhas fotos de desaparecidos de uma de nossas colaboradoras, a Cavalaria de Prontera. Estamos fazendo buscas por toda Ash Vacuun atras de desaparecidos... A uma possibilidade do mesmo ter acontecido com seus pais, uma vez que seus corpos desapareceram, estamos reunindo grupos de aventureiros confiaveis que possam nos ajudar nessas buscas... Creio que você seria uma escolha ideal, já que seus pais podem estar lá

    Gerardo ainda tentava absorver tanta informação, ainda não podia acreditar na possibilidade de seus pais estarem vivos, ele queria ir atras deles, queria poder ve-los, toca-los, mas ele acabara de se unir ao guardiões... seria certo se afastar logo agora? Decidiu então se encontrar com Bento, o Lider dos guardiões, para uma conversa

    Na Catedral de Prontera, Gerardo teve uma longa conversa com seu líder, e no final, bento concordou que o motivo para seu afastamento precoce era nobre, e então o abençou em sua Grande Aventura...

    Após tudo resolvido, Gerardo voltou a estalagen para arrumar suas coisas, ainda não acreditava oque iria fazer... Levando apenas alguns livros, Gerardo se uniu ao grupo de aventureiros liderados pelo Professor Salomão, e foram todos juntos para Morroc. Gerardo ja havia estado lá a algum tempo, mais nunca explorou as areas ao redor da Ruina da joia do deserto.. quanto mais atravessavam o deserto de sograt rumo a fenda deixada por Satan Morroc, mais Gerardo podia sentir a energia malefica e sombria que vinha daquela terra, mesmo após ter sido derrotado novamente, a poderosíssima energia obscura continuava impregnada naquelas terras.

    Ao chegar ao mapa onde estava a fenda dimensional, A propria gravidade pareceu ser alterada, ele estava pesado, como se carregasse chumbo em sua mochila... Ao Chegar ao precipicio que estava bem no meio daquelas planices sombrias podia-se ver uma luz muito poderosa vinda bem do meio do precipício, então Salomão virou-se ao grupo que ja estava exausto com aquela sensação da energia maléfica, que parecia sugar a propria energia vital de cada um, e disse

    - Caros Aventureiros, eu sei que a viagem foi cançativa, mas finalmente chegamos a nosso destino, a fenda dimensional que liga nossa dimensão a Ash Vacuun, sei que cada um aqui tem motivos muito nobres para estar aqui, e outros nem tão nobres assim... Por isso pesso que se empenhem ao maximo a essa missão. Agora vão !

    No momento em que Salomão terminou o discurso, todos os aventureiros, inclusive Gerardo, correram em direção ao precipicio assolador e se jogaram de corpo e alma na luz brilhante que irradiava no vácuo. Ao se aproximar da luz, Gerardo sentiu seu corpo desaparecer, transformando-se em energia pura. Naquele momento, ele estava atravessando as dimensões, e estava mergulhando de cabeça, literalmente, no que seria a maior aventura de sua vida.

    ------------------------------------------------------------------------------------------------

    Galéra, essa é minha primeira OneShot, criei ela meio de ultima hora, pra justificar o meu afastamento do clã com meu char Gerardo Grindelwald, apartir de agora responderei por meu arruaceiro Agolas.. Bom é isso ai perdoem os errinhos de portugues e por favor não me comam vivo @_@' (A quase me esqueci comentem tambem né, pra ajudar a melhorar minha escrita Very Happy!)



    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 25
    Localização : Rune Midgard

    Re: [OneShot FIC] A Luz de um Novo Mundo

    Mensagem  Bento em Sab Ago 20, 2011 8:19 am

    Ficou bem legal e criativa sua saída Gerardo. Quanto aos erros de português, não esquenta, uma dica é usar o word (programa de texto do offce) e lá tem a auto-correção, e tem também aquelas linhas vermelhas em baixa da palavra errada.

    Enfim, espero que se sinta bem com o Agolas.

    Abraços.

      Data/hora atual: Qui Abr 26, 2018 3:16 pm