Um erro não explicado, é um caso inacabado.

    Compartilhe
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 25
    Localização : Rune Midgard

    Um erro não explicado, é um caso inacabado.

    Mensagem  Bento em Sex Jan 27, 2012 4:45 pm


    Prólogo:[/font]
    Você só precisa de um pouco de atitude humana, nada além disso para que possa ser feliz. Um dia me perguntaram por que sou seu amigo, até hoje ainda estou procurando a resposta.

    Um dia, você irá olhar para trás, e ver que o que hoje você acha que te faz satisfeito, nada mais era que puro auto compaixão, a ponto que não podia sequer dizer a sí mesmo, que precisava fazer algo para mudar.

    Se ainda lhe resta um pouco de decência, diga logo a verdade, e não se esconda atrás de sua tristeza.



    - Se você quer conselhos sobre relacionamento devia ter procurado outra pessoa pra isso. – Howie era direto.

    - Ok, eu sei que você é a pessoa mais insensível, desumana, arrogante... – Erick é cortado por Howie.

    - Se quiser me levar pra cama precisa mais que apenas elogios.

    - Acho que me enganei ao tentar ter um auxílio de um amigo. – Erick desligava o comunicador desanimado. Fazendo com que Howie vá dormir.



    Howie ainda não tinha se levantado da cama. Howie era um Mestre Ferreiro, com cara rabugenta, e com uma personalidade totalmente voltada a ignorar as pessoas.

    Howie se levanta, e vai ao banheiro, e logo volta para seu quarto e pegar uma roupa. Uma calça jeans surrada e uma camisa branca toda amassada.

    Howie toma um café e vai para o cômodo atrás de sua casa. Lá, ele construiu um local para sua forja, estudou diferentes formas de aprimorar armas, e ainda arrisca criar algumas com sua assinatura.

    Ao entrar em sua sala de trabalho, Howie coloca uma mistura de Aço e Oridecon, para seu experimento em criar uma espada com alto fio de corte e muita resistência.

    Ao dar início no processo, novamente seu Comunicador o chama, quando ele atende, é do grupo de investigação o qual ele participava.

    - Howie? – Perguntava a voz do outro lado.

    - Quem esperava encontrar?

    - Talvez alguém com um pouco mais de educação,mas que seja. Temos um problema.

    - Ficarei contente quando me ligar dizendo que tem Odaliscas e Musas. Aliás conheço duas que poderi- Howie é cortado pela voz do outro lado.

    - Deixa de bobeira, mas de fato, isso envolve uma odalisca.


    - Bom garoto anda crescendo, nem precisei lhe indicar essa. Ou foi a que te passei o ender- Novamente é cortado.

    - Howie, quer fazer o favor de prestar atenção? É um caso de assassinato.

    - Erick, precisa melhorar suas notícias, mas estou ocupado.

    - Criando a espada impossível?

    - Não é impossível, se fosse eu não estaria tentando.

    - Veja, é o caso perfeito para você. Ela foi assassinada sem nenhum corte, perfuração ou qualquer outro indício.

    - Se me disser que ela tem 60 anos eu te mato. –Howie parecia não se importar muito com o caso.

    - Ai que está o detalhe, ela tem apenas 25 anos. – Erick sabia que podia passar ocaso para Howie.

    - Simples ela foi envenenada. – Howie começava a se concentrar mais em uma goteira que encontrara, e ficava em cima da fogueira.

    - Aí que está o mistério, já foi feito o exame toxicológico e não encontraram nenhum vestígio de consumo de drogas ou qualquer veneno. Se fosse qualquer veneno de sicário já teríamos identificado.

    - Hmm. – Howie agora parecia estar interessado. – Certo. Venha aqui em casa e iremos para a sede. – Howie desliga o comunicador após terminar de falar.




    Howie além de Mestre Ferreiro, trabalha como investigador para a Sede de Glastonbury. Uma sede responsável por investigar assassinatos entre outros crimes. Howie começou a trabalhar como forma de resolver quebra cabeças, sua principal atividade e interesse.

    Apesar de muito bom na área, Howie é desleixado, e só pega um caso quando está a fim, ou quando lhe é forçado por outras maneiras por terceiros, como foi o caso de seu único e melhor amigo Erick.

    Erick é investigador como Howie, mas ao contrário dele, aceita qualquer chamado, e normalmente Erick é quem escolhe os melhores casos para Howie.



    - Vai com essa roupa? – Erick pergunta incrédulo ao olhar para Howie com sua roupa toda amassada.

    - Você me disse que a odalisca estava morta, creio que ela não vá se importar com minha aparência. – Howie ignorava Erick.

    - Ok, a perícia está esperando para falar com agente, estão na sede desde cedo tentando descobrir de que forma a garota morreu. – Erick dizia sem olhar para seu rosto.

    - Certo... – Um momento passa-se em silêncio. – Conseguiu ficar com a garota?

    - ... – Erick olha sério para Howie. – Ela era casada. – Erick era seco.

    - Hmm. Não sabia que fazia seu tipo, achei que fosse mais do estilo quero uma princesinha que me ame pelo resto da vida e que nunca me diga que me traiu ou roubou todo o meu dinheiro. – Howie era irônico e sínico.

    - Se está insinuando alguma coisa... – Erick aponta para Howie.

    - Ok, não insinuo mais.... Achei que ela fosse o tipo da sua ex mulher que lhe traiu tantas vezes que se fosse por pares de chifres você teria Dreads para o alto ao invés de cabelo. Sem contar o fato que ela te abandonou na sarjeta e sem dinheiro.

    - Que visão boa você tem, mesmo estando de fora do relacionamento Howie. – Erick respondia incrédulo.

    - A quem está tentando enganar? Você sempre foi bobo, e ainda estou pro descobrir quem é a mulher que vai conseguir fazer você se suicidar. – Howie acusava Erick.




    E assim os dois seguiram caminho para Al de Baran. Howie acusando Erick, e o mesmo se esquivando de suas lamentações com sua ex-esposa.

    Howie é um homem solteiro, e relaxado e adora um quebra cabeça. Como profissão principal, é investigador quando quer na Sede de Glastonbury, ajudando a resolver casos totalmente sem nexo, onde só uma mente de um gênio ou algo semelhante poderia solucionar.

    Howie é muito solitário, mas sente-se bem assim. Prefere viver sozinho ao ter que viver com a companhia de pessoas que apenas o aborrecem. Para cobrir seu tempo em casa, ele se embebeda em Hidromel e trabalha treinando suas artes de ferreiro.

    Erick por sua vez, é um rapaz divorciado, muito bem visto em seu trabalho mantém a figura de ser um cara muito honesto e querido por todos. Tem comprometido muito do seu tempo atual com Howie, evitando que fique sozinho por períodos muito longo, para que o mesmo não cai na bebedeira.

    Ambos são amigos já há muito tempo. Erick vive como justiceiro, em busca de trabalhar em prol do bem estar de todos.




    Ao chegarem na sede, vão direto para a sala de reunião, onde iriam encontrar seu chefe. Sr. Irwin.


    - Que bom que aceitou o caso Howie, iremos precisar de você. – Irwin mostrava satisfeito. – E claro, obrigado por traze-lo Erick. – Erick respondia com uma leve risada.

    - Vamos ao que interessa, onde está o relatório? – Howie estava sem interesse em conversas.

    - ... – Howie faz uma expressão de surpresa e frustração, e olha para Erick. – Você disse que não havia nenhum corte...

    - Exatamente, nenhum corte nem perfuração, não disse nada, além disso. – Erick tinha um sorriso orgulhoso por enganar Howie.

    - Sabia que quando pessoas tem suas cabeças arrancadas elas morrem? Caso na saiba, a cabeça é uma parte fundamental ao corpo, mesmo tendo pessoas que não a use... – Howie ainda estava frustrado.


    - Admita, o caso é interessante...





    Bom pessoal. Está ai o primeiro capítulo da Fic que estou escrevendo. Não é seguindo a cronologia dos meus personagens,
    como sempre faço. É uma história de tempo alheio. É um pouco mistura de várias coisas, espero que gostem. E comentem õ/


    avatar
    Grimmaldi
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 38
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 22/04/2011
    Idade : 20
    Localização : Rachel - Roween

    Re: Um erro não explicado, é um caso inacabado.

    Mensagem  Grimmaldi em Sex Jan 27, 2012 6:11 pm

    Primeiro vou falar sobre a visualização do tópico. Eu particularmente não gostei desse fundo transparente do fórum, e essa fonte azul é escura e se confunde demais com o fundo do fórum, tornando o texto um tanto mais difícil de ver. Quando for fazer uma revisão, também se lembre de rever os códigos de BBcode e etc que ficaram sobressalentes.

    Quanto às músicas, achei interessante a idéia de adicionar planos de fundo para cada pequena parte da história. No entanto, não achei que o som combinou com o ambiente (talvez você o tenha imaginado diferente do que eu percebi), mas ainda há uma regra geral que acho que pode ser aplicada: Músicas de fundo não tem que ter vocal.

    Quanto à imagem, o Justiceiro ficou com contorno ruim, e a fonte com efeito não ajudou muito. O que está faltando na imagem pode ser resumido em uma única palavra: Limpeza. Sugiro tirar esses personagens da imagem, deixar apenas a cidade no plano de fundo e colocar uma fonte mais impactante (em CAPS LOCK de preferência) e sem efeito algum, em branco.

    Quanto ao texto em si... Os diálogos ficaram ótimos, com uma pequena perturbação cada vez que um dos personagens corta o outro. No entanto a sua narrativa tem muito a melhorar. Eu sou preguiçoso e não quero me dar ao trabalho e nem sei se tenho como te dizer como faze-lo, mas eu acho que basta manter uma leitura regular.

    Bem, essa é a minha avaliação, a minha opinião.
    avatar
    Bento
    Moderador
    Moderador

    Mensagens : 533
    Reputação : 18
    Data de inscrição : 23/12/2010
    Idade : 25
    Localização : Rune Midgard

    Re: Um erro não explicado, é um caso inacabado.

    Mensagem  Bento em Sex Jan 27, 2012 6:18 pm

    Bom, indo em tópicos: >_<

    Quanto a parte do visual do fórum, isso é com o Rock, ele que adaptou esse novo plano de fundo, a letra, é
    uma marca minha, usar esse tom e italico, todo e qualquer post que faço, uso essa formatação.

    Confesso que essa não é uma fic de "prioridade" pra mim. Tenho feito mesmo como passa tempo, portanto,
    esse é o fato de não ser tão bem trabalhado. A montagem de apresentação por exemplo, fiz enquanto,
    estava no trabalho, devo ter levado uns 5 minutos pra fazer >_<. Mas particularmente, só a cidade,
    acho que ficaria simplício demais.


    As músicas, apenas peguei umas que achava se encaixar com o momento que planejei, como disse não é uma fic
    que tem a cronologia dos meus personagens, é mais um passa tempo mesmo.

    Bom é isso. Valeu pela opinião =D õ/
    avatar
    Power Ranger Azul Piscina
    Seeker
    Seeker

    Mensagens : 380
    Reputação : 8
    Data de inscrição : 13/11/2010
    Idade : 22
    Localização : Atrás de você, olhando por cima do seu ombro... Nem pense em virar.

    Re: Um erro não explicado, é um caso inacabado.

    Mensagem  Power Ranger Azul Piscina em Qui Maio 24, 2012 5:40 pm

    Discordo em certa parte com o Grim, pra deixar clara a minha opinião vou em partes;

    Vou pular a parte da visualização do tópico e da formatação da letra já que pra mim isso é o de menos *o*

    Sobre os diálogos, achei que eles fluiram de uma forma bastante 'gostosa' de se ler, a parte em que os diálogos são cortados achei bastante divertido e organizado, dando ao leitor uma 'brecha' para ver claramente o momento que o personagem é interrompido, muito bem escrito como sempre PENTO *-*
    Sobre as imagens, acho que o modo de edição não muda em nada a fic, afinal de contas é fanfic e não fanart (desculpa por parecer ignorante, mas tenho que deixar clara a minha opinião '-')
    As músicas para mim (mesmo eu não tendo ouvido por ter lido no celular c.c) em si servem como acompanhamento ou para 'relaxar' no momento da leitura, para que o leitor possa se focar na fic e nos detalhes

    Acho que cobri tudo o que eu queria falar *-*
    Espero pelo próximo capítulo, está muito bom Pento õ/
    (Pento, lê minha fic do Nécú q.q)

    Conteúdo patrocinado

    Re: Um erro não explicado, é um caso inacabado.

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Ago 21, 2018 5:30 pm