[ Relatório ] A Guerra Continental

    Compartilhe
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Dom Fev 05, 2012 5:29 pm



    |Estavam reunidos nesse dia os bravos herois do qual lhe apresento|

    -Rockstar-

    :Mordred:

    Ricky007

    Ryuusen Folkor

    Lothar S. Mustang

    Luke Griever

    Matthew_Locke

    Elvêa

    !~Muay Thai Asura~!

    Samuel Hopkins

    Bruno de Moura Lima

    André Henrique Salvier

    Hitman-Cross

    Justiça.



    |L|ogo após a ordem de Lucas, o encarregado da investigação que se prosseguiria no Templo de Rachel, Rockstar organizava um pequeno grupo que ficaria encarregado de usar qualquer tipo de artimanha para distrair os dois únicos guardas que protegiam a entrada principal do Templo que parecia estar interditada devido a eventos misteriosos ocorridos no mesmo.


    Alguns instantes se passaram e ficou decidido que Elvêa seria usada para distrai-los enquanto o grupo de infiltração entrava sorrateiramente dentro do lugar sagrado.

    Usando de seu charme e um toque de sensualidade a sacerdotisa conduzia-os para fora dos seus postos; os guardas, boquiabertos por sua beleza eram enganados as claras por ela, que logo desaparece.Enquanto o segundo grupo colocava em prática a sua segunda tarefa: A investigação no Vulcão de Thor.

    Os membros do grupo "distração" que de tal forma se denominavam, dirigiram-se para o funcionário da Corporação Eventos incríveis para serem teleportados magicamente até Veins, a cidade abandonada pelo tempo e amaldiçoada por uma de suas ilhas.

    O vulcão ao noroeste da cidade, parecia perceber a caravana que se iniciava em sua base, expelia-se um cheiro desagradável de enxofre combinado as cinzas de seu cume que proporcionavam um menor alcance da visão dos que se encontravam ali. Ao mesmo tempo que sua fauna local -os roweens- atacavam sem piedade os herois que desafiavam o lugar, até mesmo o guardião real Mustang utilizara sua lança e escudo para proteger a todos.


    Após alcançarem o cone do vulcão, os roweens davam lugar ao monstro cujo possuía como ancestral comum os porings de Midgard, porém ao contrário desse ser indefeso, este possui um corpo feito das mais finas labaredas, e seus movimentos desordenados comprometiam a missão. Digo isso, até Samuel, um arcano um tanto atípico, conjugasse suas habilidades gélidas com um sorriso demoníaco e risadas não mais que estéricas que ao mesmo tempo assustavam os poucos magmarings que se aproximavam após sua demostração seu poder.



    Alguns arbustos tapavam uma estranha fenda que se formava ali próximo a cratera do vulcão. Lothar com sua espada em punho,afastava a vegetação nativa e penetrava por entre a fenda junto com os demais membros do grupo.


    Uma vasta galeria de rochas e lava era vista por todos do grupo, apesar do forte calor que se fizera ali dentro, fazendo com que muitos retirassem suas armaduras; era constante a beleza da paisagem que se formou ali após milhões de anos de trabalho intenso de gases do vulcão e a pedogênese que se ocorrera naquele belo lugar.

    Enquanto o rios de lava davam forma ao lugar, um brilho constante em um ponto único se aproximava de todos. Aquele brilho, que expelia labaredas parecia dar forma a um ser rastejante, desengonçado de olhos amarelos e dentes de fogo, a salamandra irada com todos que invadiram seu habitat movia-se rapidamente diante o grupo.

    Mordred, o justiceiro, desferia disparos contra a criatura mas que não eram muito eficazes. Samuel, o arcano, conjugava lanças de gelo falhas contra a critura, enquanto os espadachins Luke -um lorde- e André usavam investidas de lança alternando com espadas. O estranho monstro cuspia fogo e ferira o Capitão Bruno mas sem grande gravidade.
    Um dos ataques provenientes do grupo acertara um imenso pilar de rochas que se encontrava na galeria fazendo-o cair em cheio e espatifa-se no chão lançando violentos sedimentos de pedra para todos os lados. O animal assustado recua rapidamente e libera o caminho para o grupo prosseguir a segunda galeria do vulcão.


    As labaredas das Kasas davam boas vindas junto com seu mestre, o demônio de fogo Ifrit que disparava bolas de fogo contra todos ali. Matthew_Locke junto com alguns outros se separara do grupo original e corria em direção a uma fenda de pouco mais de 1,5m de largura e 2 de altura para tentar escapar das chamas mortais. Aqueles que sobreviviam as investidas de Ifrit vinham logo atrás, atirando-se contra a fenda que fora selada por uma bola de fogo atirada pelo Mvp que fundiu as rochas ao seu redor.

    A fenda mostrava-se sufocante, o oxigênio só era obtido nos níveis mais próximos ao solo. O cheiro de enxofre e o calor escaldante faziam com que muitos quase desmaiassem dentro da fenda. Provavelmente não lhe restavam muitas horas para que fossem cozinhados vivos ali mesmo e suas histórias apagadas para sempre do Edda.

    Até que uma parede fez-se presente diante a escuridão daquele estreito corredor natural. Bruno lançara seu escudo para quebra-la, porém o mesmo debatia-se em uma rocha e voltava para sua mão. O tempo parecia-se estar se esgotando e o oxigênio parecia estar mais escasso até que um dos ataques perfura-a e esta desaba. Após a poeira cessar a imagem de um Guardião fizera-se diante de todos, alguns estremeceram diante tal figura, um único ataque com sua espada aniquilaria todos ali. Porém o monstro de ferro não movera-se e todos os demais Guardiões dentro da sala que se abrira diante o grupo mostravam a triste verdade: O Sacro-Império de Arunafeltz estava organizando um exército com a ajuda da República.

    Após algumas vozes por de trás do portão que dava acesso a sala, este começava a mover-se enquanto 5 soldados entravam em busca de uma das peças. Após verem o estrago que se fizera ali em uma das paredes parecia obvio uma invasão, porém antes mesmo que saíssem dali, foram aniquilados por uma rajada de tiros de Matthew Locke e o único sobrevivente inconsciente fora morto por André que furtivamente escondera alguns bilhetes nos cadáveres. Enquanto que decepava a cabeça deste inerte como troféu de batalha provocando em alguns o sentimento de repugnância no grupo.


    Após saírem dali, um complexo e amplo regimento do exército era visto por todos, dezenas de Guardiões e centenas de soldado entravam em formação logo abaixo dos pés de todos que atravessavam uma estreita ponte.


    A ponte os conduzia a uma porta e esta os conduzia para uma escada em formato caracol que era subida rapidamente pelos membros enquanto soava o alarme da base após descoberta a invasão. O mecânico Ryuusen Folkor utilizou um de seus robôs retirados do carrinho que expeliu a porta para fora com tamanho impacto. A porta atingira um magmaring, estava encontrada a saída daquele lugar. Rockstar usara seu comunicador que fornecia uma linha direta com Lucas e conduzia a todos em direção à Izlude para a reunião que iria se suceder na casa do cavaleiro rúnico.






    Fim do Relatório




    Off Talk


    Obrigado a todos que participaram, espero que tenham se divertido. Se caso algum nome esteja faltando, por favor me relatem que arrumarei o erro. Tentei ser breve e sei que ocultei algumas das ações dos personagens, mas acho que essa é a finalidade do resumo. Nos vemos novamente dessa aventura! |Continua...|


    Abraços, Rockstar.



    Última edição por -Rockstar- em Dom Fev 05, 2012 5:53 pm, editado 1 vez(es)


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Dom Fev 05, 2012 5:52 pm

    Esse é o Relatório do outro grupo e do Lucas, o moderador da campanha.

    Retirado originalmente de: http://www.naws-rpg.com/t2586p45-campanha-eventoa-guerra-continental-capitulo-2-cacada-runica#67753



    -----------------------------------

    Um grupo grande de pessoas se reuniu em frente ao Santuário de Rachel, atendendo ao chamado de Lucas. De fato, um grupo bem maior do que o Cavaleiro Rúnico havia esperado, o que impossibilitaria o sucesso da missão. Assim sendo, Lucas resolveu separar o grupo em dois, um grupo de "Distração" e um de "Infiltração", ou também o grupo liderado por Rockstar e o grupo liderado por Lucas. Porém, o grupo de Rockstar faria muito mais do que apenas distrair para o grupo de Infiltração entrar. Lucas lhes deu uma missão extra: Ir até o Vulcão de Thor, onde Lucas também suspeitava que estavam ocorrendo movimentações dos membros de Arunafeltz. Lucas também revelou à todo o grupo que o Sacerdote Zhed estava desaparecido, embora não tivesse pistas do seu paradeiro (Esse fato não veio a público, e dificilmente virá).

    Mas, antes, o grupo de Rockstar precisava distrair os guardas na porta para que o grupo de Lucas pudesse se infiltrar no Templo de Rachel. A missão caiu sobre a Sacerdotiza Elvea que, com um pouco de charme feminino, teve sucesso na empreitada. O grupo de Lucas adentrou o santuário e o de Rockstar foi cumprir sua missão.

    (Rock virá postar o relatório depois no NAWS e no fórum dos Guardiões de Freya.)

    O grupo de Lucas adentrou através de uma janela, vindo parar em uma pequena sala com alguns vasos e um guarda-roupas. Haviam guardas no corredor. Enquanto os membros furtivos do grupo planejavam um curso de ação para matar os guardas, Olivier, um Mestre Taekwon dos Guardiões de Freya, encontrou uniformes de sacerdotes do Templo de Rachel. Os membros furtivos do grupo optaram por ser esconder, enquanto os membros não-furtivos usariam os disfarces. Tudo deu certo e o grupo conseguiu transitar em paz pelos corredores, chegando até a entrada do Santuário de Rachel, a parte subterrânea e perigosa do Templo.

    Contudo, na sala anterior, havia um Grande Sacerdote fazendo um discurso. O Grande Sacerdote fez um discurso sobre trazer Guerra a Rune-Midgard em busca dos Corações de Ymir, e algo sobre Ressuscitar a deusa Freya. O Sacerdote também queixou-se sobre o preconceito e opressão que Arunafeltz e seu povo sempre sofreu de Rune-Midgard. Os ânimos estavam exaltados. De qualquer forma, o grupo avançou para investigar os Corações em si, e para onde estavam sendo levados.

    Chegando ao Quarto Andar do Santuário, o grupo descobre que os Corações e até os monstros do Santuário estavam sendo levados para o Vulcão de Thor. Lucas perguntou a um dos guardas do local sobre o Pesar Noturno, a pedido de Jurougumo - Sicária da Ordem das Valquírias e amiga de Lucas de longa data -, e, ao saber que o pergaminho para invocar a besta estava com o Grande Sacerdote, Jurougumo resolveu voltar para pegá-lo. Nesse momento, contudo, Fish - um Feiticeiro dos Guardiões de Freya - acabou exclamando "Meu Odin", uma frase típica em Rune-Midgard... o que atraiu a desconfiança do Guarda. John Scorch, Mercenário, agiu rapida e impulsivamente, matando o guarda com adagas envenenadas... e chamando a atenção de todos os outros guardas e sacerdotes do local. O grupo foi forçado a fugir, abrindo caminho entre Arunafeltzianos e monstros, enquanto Grimmaldi, o Bruxo dos Guardiões de Freya, ia deixando Barreiras de Gelo no caminho para atrapalhar o avanço dos perseguidores. Albert Jhonny, Ferreiro dos Guardiões de Freya, acabou ferindo-se no caminho.

    Enquanto o grupo fugia, Jurougumo tentou pegar o Pergaminho de Invocação do Pesar Noturno. Para isso, ela fez o Grande Sacerdote refém, em uma sala lotada de vários outros sacerdotes e guardas. Jurougumo acabou se vendo cercada, incapaz de fugir. Ela conseguiu pegar o pergaminho do Grande Sacerdote, o que abriu uma brecha para ele fugir e Jurougumo ser atacada. A Sicária rapidamente desapareceu e recuou para a sala antes do Santuário subterrâneo.

    Ao mesmo tempo, Lucas e o resto do grupo chegou na mesma sala. O grupo se viu cercado de Guardas e radicais de Arunafeltz por ambos os lados, encurralados na sala. Foi quando Jurougumo passou o pergaminho para Fish - uma vez que ela era incapaz de entender o seu conteúdo - e Fish invocou o Pesar Noturno, que rapidamente criou o Caos na sala, atacando todos os presentes. Fish tentou enfrentá-lo e as coisas teriam acabado muito mal, se não tivesse sido resgatado por John Scorch.

    O grupo continuou a fugir, aproveitando-se da distração do Pesar Noturno, e conseguiu chegar à entrada do Templo. Nesse momento, contudo, o Teto cedeu, devido aos ataques do Pesar Noturno, fazendo com que o grupo se visse novamente perseguido por guardas e sacerdotes. Um deles tentou ativar o sistema de segurança do portão do templo, para prender o grupo de Lucas ali. Grimmaldi agiu rápido e tentou destruir o painel de controle do portão... o que acabou fazendo com que o tempo começasse a ser lacrado.

    Para piorar a situação, Lucas levou uma flechada, caindo de costas no chão. O capuz que ele estava usando (parte do disfarce) caiu, e a face de Lucas acabou sendo revelada. Olivier pegou Albert (que estava sendo carregado por Lucas e caiu com a flechada do Cavaleiro), e John Scorch pegou o próprio Lucas. Garbas e Grimmaldi atrasaram o fechamento do portão e Fish, com uma Onda Psíquica, impediu que os guardas conseguissem chegar a tempo no grupo. Assim, os heróis conseguiram fugir.

    Do lado de fora, Lucas arrancou a flecha do peito e se tratou, entrando em contato com Rockstar logo em seguida. Os dois grupos se encontraram na casa de Lucas em Izlude, onde os dois grupos trocaram experiências. (Não vou entrar em detalhes, já que todas essas "informações" estão nesse relatório e no do Rock xD). Assim, encerrou-se o primeiro Capítulo da Guerra Continental. A sombra da Guerra paira sobre os Reinos, Lucas está inseguro sobre qual curso de ação tomar e muita coisa estranha está acontecendo...

    Mas talvez o Cavaleiro Rúnico não tenha sequer TEMPO para pensar no melhor curso...

    ----------- Prólogo do Capítulo 2 editado no primeiro post do tópico ----------

    (OFF: Bom, é isso. Como eu mesmo disse no fim do RP, EU não fiquei satisfeito com o RP que eu mestrei. Eu sei muito bem que eu sou capaz de coisa melhor. Mas, pelo visto o feedback foi positivo. Será que eu estou exagerando? xD

    Enfim, fico feliz que tenham gostado. Vou fazer o possível para o próximo ser ainda melhor. Esse foi só o prólogo das coisas, o RP necessário para demonstrar o que vai acontecer no futuro =P.

    Ainda não vou abrir ganchos porque não há muita margem para isso, mas vou tentar colocar pelo menos um ou dois em breve. Eu post denovo avisando, mas fiquem de olho no primeiro post do tópico de qualquer forma.

    Algumas pessoas disseram que eu coloquei muita inconsistência com o Cenário nesse RP. Honestamente, essa é a minha interpretação, e pretendo ficar com ela.

    Enfim, é isso. Vejo vocês no próximo RP. Vou postar o prólogo do Capítulo 2, editando o Primeiro Post do tópico (estará lá), mas não marcarei data AINDA. Provavelmente Será em umas duas semanas. Eu posto aqui denovo, avisando.)

    -----------------------------------
    -----------------------------------
    -----------------------------------

    A GAZETA DE ODIN

    Edição de 5/2/12

    [i]Invasão ao Templo de Rachel

    A população da cidade de Rachel ficou em choque quando, ontem, dia 4 de fevereiro, o Santuário de Rachel foi invadido. Ainda não se sabe como, mas um grupo, liderado pelo Cavaleiro Rúnico Lucas Rodolfo, invadiu o Santuário. Segundo a versão oficial, contada pelo Grande Sacerdote, foi um atentado terrorista contra os membros do Santuário, motivado por radicalismo religioso da parte de Lucas, que também é acusado do assassinato de uma família natural de Arunafeltz que morava em Juno. Outro membro do grupo terrorista que foi identificado é a Sicária Jurougumo. Dezenas de Sacerdotes de Rachel morreram nos ataques, um Pesar Noturno foi liberado no saguão e parte do teto da entrada foi demolido. Lucas e Jurougumo se tornaram criminosos procurados dentro de Rachel. Os outros membros do grupo não foram identificados.

    Assassinatos e atendados continuam por todo o mundo

    O número de crimes anda aumentando na última semana. Uma grande quantidade de assassinatos nas grandes metrópoles anda deixando a população inquieta. Os assassinatos tem uma coisa em comum: Sempre são de estrangeiros - sejam naturais de Rune-Midgard morando em Rachel, ou Juno, sejam naturais de Arunafeltz morando em Prontera ou Juno. Nenhum natural da República foi morto ainda, pelo menos não nessas circunstâncias. A suspeita é que os assassinatos estejam sendo motivados por radicalismo religioso, preconceito e intolerância de ambas as partes. A população de Prontera e Rachel está revoltada, cada uma culpando a outra nação.

    O assassinato mais recente, porém, tem um suspeito. Uma família de naturais de Arunafeltz foi brutalmente assassinada em Juno, e três testemunhas afirmam ter visto o Cavaleiro Rúnico Lucas Rodolfo nos arredores, na hora do crime. Outras duas afirmam terem, de fato, visto alguém com armadura metálica, apesar de não conseguirem confirmar qualquer outro aspecto físico. Lucas tem um mandado de prisão pronto caso ponha os pés na República ou em seu território.

    Coluna Criminal

    Lucas Rodolfo, Cavaleiro Rúnico, 28 anos, habitante de Izlude: Cavaleiro Rúnico, membro ocasional do clã de Guerra do Empérium "Trolls", ex-membro dos Defensores de Midgard, lutou na Guerra de Morroc, além de ter participado de diversas outras aventuras ao lado de heróis e até dos Guardiões de Midgard. De fama moderada entre heróis e Guerreiros do Emperium, Lucas está sendo acusado de: Terrorismo em Arunafeltz, Traição em Rune-Midgard e Assassinato na República. Muitas pessoas manifestaram surpresa com o estranho comportamento recente do Cavaleiro Rúnico. Lucas está foragido. Os três reinos estão oferecendo uma gorda recompensa por sua captura. Uma expedição oficial será enviada em breve.

    Jurougumo, Sicária, 26 anos, natural de Moscóvia: Sicária, amiga de Lucas segundo relatos, estava no grupo que promoveu o ataque ao Santuário de Rachel. Acusada de Terrorismo em Rachel, com recompensa em caso de captura viva. No momento, está foragida. Perseguida apenas no território de Rachel.

    -------------------------------------

    Ação e Consequência, lembram? Eu avisei que as coisas iriam ficar feias para quem vacilasse.

    Jurou, se eu escrevi algo errado e/ou você quiser adicionar informações à sua "descrição criminal", me avise XD.

    Uma coisa que não foi noticiada na Gazeta de Odin, mas que vai influenciar a campanha: Membros da Érebus deixaram alguns bilhetes para trás, de propósito, no Vulcão de Thor, que dizia que Rune-Midgard era o responsável por aquela expedição. Isso não vai vir ao público, claro, já que Arunafeltz precisa esconder a base do Vulcão, mas serve para aumentar a tensão xD.

    É isso pessoal =P. Vejo vocês na próxima. Vou bolar uns ganchos e colocar no tópico em breve.




    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Sex Fev 24, 2012 6:32 pm

    Extraído originalmente de:

    http://www.naws-rpg.com/t2586p60-campanha-eventoa-guerra-continental-capitulo-3-a-batalha-de-geffen

    Abraços, Rockstar.







    Perdeu o último RP? Não tema! Eis o resumo. Novamente, sem prints porque eu esqueci, e sem imagens porque eu dificilmente conseguiria lembrar a aparência e equipamentos de todo mundo a_a (Maldito Rock, como você consegue??).

    E não haverá resumo do RP de Domingo porque... bem... não teve RP domingo q.



    Os bravos aventureiros a seguir fizeram parte de mais essa aventura, gravando seus nomes na eternidade:

    Olivier Alex Armstrong
    Lorenna Lakerfall
    Albert Jhonny
    -Rockstar-
    Fish-Teacher
    Siegfrield Rockfeller
    Justiça.
    Adept Rougue X
    Yuuki Takahashi
    Lennys
    Jurougumo
    Margaery Tyrell
    Lyel Prismriver
    PAIN
    Saylos
    Lorde Fabrício Mograine
    Maxxwell
    E alguns outros
    O grupo começou sua investigação em Izlude, na casa de Lucas. A casa de um só cômodo estava com a parede destruída, e havia um pequeno rastro de sangue e poeira que saía de lá em direção à entrada de Izlude. O grupo seguiu o rastro, mas não conseguia mais identificá-lo direito após ele sair da cidade. Contudo, Lennys e Margareth, graças aos seus treinamentos de Algoz e de Musa, tinham os sentidos mais apurados que o resto do grupo, e conseguiram recuperar o rastro. O rastro seguia rumo à Prontera.

    Lá chegando, Rockstar tentou perguntar a uma Kafra se ela tinha visto Lucas passando pela região mas, após alguns minutos infrutíferos - a Kafra simplesmente tinha coisa demais para fazer para prestar atenção neles - eles desistiram. Resolveram ir perguntar a um Guia da cidade, que disse que alguns Cavaleiros tinham tentado interceptar Lucas quando ele passou pela cidade, mas o Rúnico havia derrotado-os, e que eles se encontravam na Capela e na Cavalaria. O Guia terminou, dizendo que não sabia em que direção Lucas havia ido, alguns diziam que para Al De Baran e outros para Geffen, os relatos eram confusos, mas talvez os Cavaleiros soubessem. O grupo se reuniu na Taverna local para discutir o que fazer a seguir, e Rockstar decidiu dividir o grupo. Ele, e um punhado de outros, seguiriam para Geffen, para verificar os boatos. O resto iria atrás dos Cavaleiros feridos. O que o grupo não sabia é que, naquela taverna, 4 homens escutaram a conversa deles... e tinham o mesmo objetivo. (Rock vai postar o resumo dele depois, suponho q. Aqui sigo a história do grupo que foi atrás dos Cavaleiros:)

    Adept Rougue X e Fabrício resolveram ir à Cavalaria, enquanto o resto ia até a Igreja. Na Cavalaria, Adept Rougue descobriu que as armas e equipamentos de Lucas - o Rúnico às deixou para trás na fuga - estavam sendo guardadas lá, e tentou roubá-las. Contudo, foi apanhado, e teve que fugir para evitar a prisão.

    Na Igreja, Maxxwell tentou - e conseguiu - se recordar de onde tratavam das pessoas feridas e, na sala, encontraram os Cavaleiros, que responderam às perguntas, pensando que aquele grupo também queria capturar Lucas. Os Cavaleiros revelaram que Lucas fugiu para o Norte - provavelmente para Al De Baran, onde eles supunham que Lucas quisesse passar para a República e buscar asílio lá, sem saber que era procurado lá também. Assim, o grupo correu em direção à Al De Baran.

    Lá chegando, resolveram ir direto para a fronteira entre Rune-Midgard e a República, para perguntarem sobre o paradeiro de Lucas. O guarda da fronteira, contudo, revelou que Lucas não havia passado por ali, e que ele ouvira boatos que Lucas chegou até Al De Baran, mas não passou pela fronteira. Intrigado, o grupo retornou à cidade.

    Foi quando o Menestrel Siegfried teve a brilhante idéia de ir falar com o Papai Noel. O Bom Velhinho disse que sabia sim onde Lucas estava escondido, e que era em um lugar sem leis, onde Lucas era temido e respeitado o bastante para ganhar abrigo. Na Vila dos Orcs. E, sabendo que a causa do grupo era justa, o Bom Velhinho ajudou-os, teleportando-os direto para a Vila dos Orcs.

    Lá, o grupo se encontrou com o grupo deRockstar. Então, começou a busca por Lucas - que foi encontrado rápido, na casa do Orc Herói, por Siegfried. O MVP se levantou ao notar a presença dos humanos, mas foi acalmado por Lucas. Ao visto, a rivalidade dos dois consistia em um mútuo respeito também, o que levou o Herói a acolher Lucas. Uma rápida reunião se segue, na qual o grupo e Lucas decidem que o Rúnico vai se esconder na casa da Baba-Yaga, em Moskóvia, por ser um local de mais difícil acesso. Rockstar foi buscar alguns disfarces para Lucas e o Rúnico foi-se.

    Duração do RP: 1h 48min 55s.

    Off: A intenção era que o grupo que terminasse o RP primeiro triunfasse, mas.... q.

    Anyways, prólogo do Capítulo 3, junto de Ganchos de Aventura do Capítulo 3 serão adicionados em breve, provavelmente ainda hoje (E serão VÁRIOS). Fiquem de olho.

    Também vou editar, neste post, a Gazeta de Odin do Capítulo 3.


    ----------------------------

    A GAZETA DE ODIN

    Assassinatos aumentam em velocidade preocupante

    Os diversos assassinatos por todo o mundo continua. Naturais de Rune-Midgard estão sendo mortos em Rachel, e naturais de Arunafeltz estão sendo mortos em Prontera, em números bastante preocupantes. As pessoas, revoltadas, começam a cobrar - dos dois governos - alguma medida. Alguns preferiram tomar a justiça em suas próprias mãos, e se tornaram assassinos eles mesmos, como o homem de 25 anos, Joshey Matthews, preso ontem pela polícia de Prontera após assassinar a sangue frio 4 naturais de Arunafeltz na praça principal de Prontera. Em depoimento à polícia, Joshey disse que queria se vingar contra Arunafeltzianos porque sua mãe foi morta em Rachel.

    Assim, a cada dia que passa, esses assassinatos, antes meticulosos e aparentemente obra de uma mesma facção, começam a se tornar cada vez mais popular conforme as pessoas vão buscando vingança pela violência que elas mesmas sofreram. A Rainha Aeslynn Gaebolg se recusou a dar qualquer depoimento. Sacerdotes do alto-escalão de Rachel disseram que esse crime não vai ficar impune, mas não entraram em detalhes.

    Atentado à Helmut Roeweburg causa preocupação

    O mais jovem membro da família Roewenburg - Helmut Roewenburg - sofreu um atentado ontem pela manhã enquanto passeava pela cidade de Prontera. Os terroristas foram identificados como naturais de Arunafeltz. Ainda não se sabe o motivo do atentado - acredita-se que seja simples revolta devido à onda massiva de assassinatos recentes. De qualquer forma, a família Roewenburg está contratando pessoas para protegerem o jovem Helmut em seu próximo compromisso - um encontro com o Chefe de Payon.

    OFF: Sem anúncio de Guerra... ainda =P.

    Mas fiquem de olho!


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Lord Astaroth
    Beholder
    Beholder

    Mensagens : 22
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 08/01/2012

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  Lord Astaroth em Ter Fev 28, 2012 8:28 pm

    Não teve RP domingo? Como assim? D:
    E cade o meu nick, e os prints? Pô minha primeira RP...

    comofas?
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Ter Fev 28, 2012 10:02 pm

    Lord Astaroth escreveu:Não teve RP domingo? Como assim? D:
    E cade o meu nick, e os prints? Pô minha primeira RP...

    comofas?

    Eu só copio e colo, esse foi do penúltimo RP xD.


    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Dom Mar 04, 2012 1:33 pm





    Estavam presentes os seguintes aventureiros do qual deixo expresso seus nomes aqui:


    -Rockstar-

    Albert Johny

    Fish-Teacher

    Drake Duskford

    Saylos

    Lennys



    |A|pós efetuada a decisão na Taverna de Prontera, de dividir o grupo original, Rockstar passou a liderar um pequeno grupo. Cinco pessoas do qual voluntariamente optaram por seguir junto com Rockstar para Geffen em busca do cavaleiro Lucas conforme os rumores.

    Pouco a pouco, eles deixavam a Taverna para reencontrarem-se na saída leste de Prontera, para assim não levantarem suspeitas maiores. Embora mal soubessem eles de que dentro da taverna já se encontrava a ameaça maior. Apesar de todo o sigilo gerado em torno das mesas da taverna, não fora possível cobrir tamanha perspicácia dos quatro caçadores de recompensa que os observava.

    O grupo de Rockstar decide percorrer o trajeto a pé para não correrem o risco de serem rastreados enquanto que os quatro caçadores utilizando os serviços de teleporte mágico da Corporação Kafra chegavam rapidamente a cidade e aguardavam em cada entrada para assim que os heróis chegassem.


    Ao chegarem pela entrada ao leste da cidade arcana, um convencido cavaleiro rúnico os aguardava. Ele os cumprimenta e balança seus cabelos castanhos ao vento enquanto que sorria sarcasticamente e estendia sua Zambatô contra os muros e não permitindo a passagem dos aventureiros.

    Estava muito claro o que estava acontecendo, rapidamente, Lennys retira suas adagas da cintura e empunhava-as, desaparecendo. Reaparece o algoz junto ao cavaleiro que bloqueia sua investida com sua espada e ambos recuam. O cavaleiro chama seus cúmplices. Um bem humorado e destemido ferreiro-mestre, um melancólico sumo-sacerdote e um monge sem muita importância uniam-se ao cavaleiro.


    A batalha dava-se de igual para igual, ao mesmo passo que Saylos atacava o cavaleiro, Drake era surpreendido pelo monge que lançava combos velozes contra seu escudo real. Albert Johny via-se em desvantagem contra o Mestre-ferreiro que ria ao brandir seu machado contra a terra quando errava seu golpe. Fish-teacher concentrava-se em conjurar magias que impedissem ou atrapalhassem o sumo-sacerdote.

    O cenário logo dava espaço para a vitória. O monge fora derrotado e encontrava-se desacordado junto ao cavaleiro rúnico. O sumo-sacerdote gemia em agonia enquanto que olhava para seu cajado partido ao meio e logo se dava por vencido. O único em pé era o Ferreiro-Mestre que de seus olhos não se via temor algum, pelo contrário, sentia-se acomodado com o cheiro de suor e sangue.

    Albert Johny com sua espada em mãos aproximava-se do ferreiro, esse apenas o encarava foi então que Albert o matou. Este estendeu seus ombros ao alto com sua lâmina voltada ao peito do ferreiro-mestre e entrou penetrou-a costelas adentro. O sangue respingara para todo lado, junto a face de Albert que só então se deu conta e relembrou seu passado de Guerra. Agora nada podia ser feito, Fish-Teacher, Rockstar e os outros juntavam o cadáver inerte e o lançavam ao mar. O ferreiro –Albert- trocava suas roupas por uma muda que tinha no carrinho e acumulara os corpos dos outros desacordados atrás da palmeira para então serem socorridos por um viajante. O vilão está morto, os outros derrotados e cabia a eles seguir seu caminho em Geffen.




    Já na cidade, Fish-teacher chamara a atenção do Guarda sobre estar interessado no paradeiro do procurado de Midgard, embora talvez por nervosismo não obteve sucesso. Rockstar agora observava as feições de Albert que parecia ter se arrependido e pedia ao mesmo sentar-se junto à escada enquanto Drake e Saylos iam à frente o Oficial da Resistência solicitar-lhe ajuda sobre Lucas. O Oficial avisa que estava interessado na recompensa e, portanto ajudá-los-ia caso encontrassem Lucas e pegassem a recompensa. O acordo é fechado. Ele conta que um de seus colegas estava vindo para Geffen e encontrou nos arredores de Prontera, um viajante muito ferido com feições de ser um rúnico em direção a Vila dos Orcs.

    Sem escolha, o grupo decide acreditar e partir para a Vila Orc onde encontra o restante da força-tarefa após abrigarem-se no Calabouço Orc.




    - Continua no relatório de Lucas.-











    Post Scriptum

    Desculpe o atraso, ai está o relatório, obrigado por lerem e perdoem as falhas.




    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    Albert Johny
    Gremlin
    Gremlin

    Membro
    Mensagens : 56
    Reputação : 0
    Data de inscrição : 17/01/2012
    Idade : 21

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  Albert Johny em Dom Mar 04, 2012 2:59 pm

    Muuuuito bom, Rock. Parabéns pelos relatórios bem detalhados ~
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Seg Abr 23, 2012 8:40 am

    Perdeu o RP? Chore, ele foi foda Não se preocupe, aqui está o resumo! (Sem prints porque bati poucas, são todas no mesmo lugar... e tô com preguiça. Mas usarei mapas para explicar a movimentação das tropas)

    ---------------------------

    O dia estava tenso em Geffen pois, após semanas de cerco, o ataque finalmente estava para começar. Rune-Midgard manobrou suas tropas para os portões da cidade, decididos a encarar Arunafeltz de frente. Os devotos de Freya se encontravam do lado esquerdo da ponte. Enquanto isso, o exército demoníaco de Reinsall e da Èrebus surgia ao norte, e o exército Orc da Resistência, ao sul.


    (Legenda: Verde = Exército Orc da Resistência, Laranja = Exército de Arunafeltz, Preto = Exército Demoníaco da Èrebus, Azul = Exército de Rune-Midgard)

    O exército de Arunafeltz avançou, recebendo fogo dos arqueiros de Rune-Midgard enquanto tentava cruzar a ponte. Porém, Reinsall ordenou o avanço de seu exército, para atacar Arunafeltz por traz. Matthew Locke resolveu ficar próximo do Observatório de Geffen, junto das Gárgulas e Raydrics arqueiros. De lá, essas unidades de artilharia teriam vantagem pela elevação do terreno. Os devotos de Freya mal tiveram tempo de se virar para encararem os novos adversários. Os Cavaleiros do Abismo foram na frente, causando um grande estrago e abrindo uma brecha na formação da tropa Arunafeltziana, pela qual os Raydrics de infantaria adentraram. A batalha tornou-se um caos. Lucas estava disposto a deter Reinsall, e avançou com seus Orcs. Os devotos de Freya tentaram resistir aos Orcs à princípio, mas logo notaram que eram seus aliados. Com a ajuda dos Orcs, o exército de Arunafeltz conseguiu pôr-se novamente em ordem, mas não sem antes sofrer duras perdas. O Exército de Rune-Midgard viu aí uma brecha para avançar, e assim o fez.



    Enquanto o exército de Rune-Midgard cruzava a ponte, a batalha estava brutalmente intensa no início dela. Lucas e a Resistência lutavam com inimigo atrás de inimigo. O Cavaleiro Taylos, dos Guardiões de Freya, deparou-se com um Cavaleiro do Abismo e conseguiu encará-lo, mas chamou a atenção de Matthew Locke. O justiceiro èrebusiano fez mira e atirou, acertando a mão esquerda de Taylos.O Cavaleiro, desarmado, foi atacado. Fish-Teacher, Feiticeiro dos Guardiões de Freya, tentou petrificar a criatura, mas falhou, e Saylos foi brutalmente ferido. Astaroth, Paladino dos Guardiões, lidou com a criatura, salvando o amigo. Astaroth suspeitou que o disparo era de algum justiceiro mas, quando tentou procurá-lo, viu o Orc Herói, a alguns metros à distância, em apuros contra 5 Cavaleiros do Abismo. Astaroth optou por ajudar o Orc invés de rastrear Matthew. Levando Taylos no PecoPeco, ele ajudou o Orc Herói. Enquanto isso, Kyon e Elyod - Desordeiro e Bardo dos Guardiões de Freya - formavam uma boa - e inesperada - dupla, enfrentando Raydrics na região.

    Quando o exército de Rune-Midgard estava se aproximando, Reinsall ordenou uma falsa retirada às suas tropas. Lucas, porém, não o deixou escapar facilmente, e avançou com os Orcs para enfrentá-los. Nesse momento, Rune-Midgard caiu com força total em cima de um desorganizado e desestabilizado exército Arunafeltziano. O combate tornou-se um massacre, com os membros de Arunafeltz recuando passo após passo. Incapaz de abandonar seus compatriotas, Fish-Teacher juntou-se ao exército de Arunafeltz, e foi seguido por Elyod e Kyon. Enquanto isso, Astaroth correu com Taylos até o exército de Rune-Midgard, onde implorou para alguns Sumo-Sacerdotes ajudarem o cavaleiro ferido. Assim foi feito, e o Paladino voltou para o exército de Lucas. A batalha passou a ocorrer em duas frentes distintas.



    Na frente da Batalha entre os Países, Rune-Midgard continuava a empurrar Arunafeltz para trás. No ritmo que as coisas andavam, estava claro que Arunafeltz perderia. Mas Rune-Midgard não contava com a bravura e o poder dos três Guardiões de Freya. Os três não conseguiam agir pelos contantes recuos - era recuar ou serem mortos - até verem a oportunidade perfeita: Um Guardião, da Guerra do Emperium, sendo atacado por três Lordes de Rune-Midgard. Kyon avançou para salvá-lo, e o Desordeiro causou caos o suficiente para o Guardião virar o combate em seu favor. Mas o preço foi alto: Kyon foi vítima de três Perfurar em Espiral simultâneos. O desordeiro perdeu o uso do braço esquerdo devido à dilaceração e ferimentos que este sofreu. Também perdeu o olho direito, e seu peito ficará marcados por cicatrizes pelo resto da vida. Por pouco, sobreviveu. Mas esse foi o preço da vitória. O Guardião deu à Fish e Elyod os instantes necessários para pararem, respirarem e agirem. 10 Arquimagos preparavam suas magias, para varrer toda a frente do Exército Arunafeltziano. Se aquelas magias saíssem, seria o fim. Fish, enfurecido pelos danos do amigo, conjurou um Proteger Terreno absurdamente poderoso, que cobriu toda a fileira do Exército de Rachel. A magia poderosa abalou a moral dos Rune-Midgardianos e elevou a dos Arunafeltzianos. Logo em seguida, Fish utilizou um Tornado, e ELyod, uma Chuva de Flechas. As duas poderosas técnicas abriram uma brecha para o exército de Arunafeltz furar a formação de Rune-Midgard, e o jogo inverteu. Rune-Midgard foi forçada a recuar. Os devotos de Freya seguiram os Rune-Midgardianos de perto, e invadiram a cidade. A vitória foi fácil, rápida e limpa, sem grandes danos para a cidade de Geffen. Arunafeltz triunfou, tomando a cidade.

    Enquanto isso, na outra frente, Lucas, Astaroth e Lennys - Algoz dos Guardiões de Freya - avançavam. Eles se encontraram com Reinsall. Os demônios iam triunfar sobre os Orcs, isso era claro: Seu exército era mais numeroso e mais poderoso. Porém, se os três membros da Resistência pudessem lidar com o Cavaleiro Èrebusiano, o exército demoníaco recuaria. Matthew Locke agiu rápido, e acertou um tiro certeiro na cabeça de Lucas. O Rúnico estava protegido por seu Elmo Fechado, mas, mesmo assim, o impacto não foi gentil. O tiro botou Lucas fora de comnate. De fato, o tiro botou Lucas em coma, mas ninguém notou isso naquele momento. Reinsall decidiu não lutar, deixando para trás os 15 Cavaleiros do Abismo que estavam servindo de guarda pessoal para ele até o momento, para acobertaram a fuga. Lennys e Astaroth atacaram, mas logo Lennys também foi tirado de combate por Matthew Locke. O Justiceiro estava realmente mortal naquele dia. Astaroth, sozinho, conseguiu derrotar os 15 Cavaleiros... mas não a tempo de impedir Reinsall de escapar. Com isso, teve que recuar, trazendo Lucas e Lennys em seu PecoPeco, enquanto a horda demoníaca obtinha sua vitória...

    Resultado final do combate: Lucas em coma, Kyon com diversos ferimentos. Geffen foi tomada por Arunafeltz mas, por ordem de Reinsall, foi cercada pelos demônios. O resto do desenrolar da guerra você acompanha na Gazeta de Odin, logo abaixo:

    ------------------------------------------------

    A GAZETA DE ODIN

    Uma vitória sem sabor para os devotos de Freya
    Rune-Midgard chorou quando, ontem, a Cidade da Magia de Geffen foi tomada por Arunafeltz. Após semanas de cerco, Arunafeltz resolveu invadir. Para a surpresa de todos, porém, uma tropa de Demônios de Glast Heim e uma tropa de Orcs - esta comandada por ninguém menos que o procurado internacional Lucas Rodolfo - se juntaram ao confronto. Os demônios atacaram Arunafeltz e os Orcs ajudaram os devotos de Freya, o que deixou tudo mais confuso. Rune-Midgard está aliada com os demônios? Lucas e Arunafeltz se reconciliaram? De qualquer forma, Arunafeltz conseguiu uma virada incrível graças à ação de Kyon, Elyod e Fish-Teacher, três membros dos Guardiões de Freya. Porém, a celebração durou pouco - o exército demoníaco venceu os Orcs e fez cerco à Geffen. Arunafeltz quase foi pega de surpresa, mas conseguiu manter a cidade. Porém, hoje pela manhça, os devotos de Freya abandonaram a cidade pelo norte e agora marcham pelo Monte Mjolnir. A decisão foi sensata pois, diferente do exército Midgardiano que recebia comida de Prontera, os Arunafeltzianos iriam passar fome em breve caso mantivessem-se no cerco. A cidade foi tomada pelos demônios, e as autoridades de Rune-Midgard optaram por trazer suas tropas para Prontera e fortificar a capital invés de tentar reformá-la. Qual o próximo alvo de Arunafeltz e quais as reais intenções dos demônios estão além de nossa compreensão.

    Guardiões de Freya: Odiados por uns, amados por outros
    O conselho de Altos-Sacerdotes de Rachel emitiu uma nota oficial hoje, dando à Fish-Teacher, Kyon e Elyod uma medalha por valor em combate, além de uma patente militar caso estejam interessados. Arunafeltz também disse que os Guardiões de Freya são um exemplo para qualquer cidadão Arunafeltziano, um exemplo a ser seguido e admirado. Por outro lado, a Corte Real declarou os Guardiões de Freya "inimigos do estado", e oferece uma recompensa por sua captura.

    Infelizmente, é o que se acontece numa guerra. É impossível não atrair o ódio de alguém.

    Sacerdote Zhed raptado
    Arunafeltz emitiu em nota oficial o comunicado do sequestro do Sacerdote Zhed. Segundo a cúpula de Arunafeltz, o Sacerdote já havia sido ameaçado e estava sendo mantido em um Castelo do Feudo de Rachel quando um grupo terrorista não-identificado invadiu o castelo e levou o Alto-Sacerdote. Arunafeltz oferece uma recompensa por qualquer informação.
    (Off: A verdade: Os Guardiões de Freya salvaram Zhed, que tinha sido raptado por membros de Arunafeltz para não atrapalhar durante a guerra. O governo de Arunafeltz não sabe que foram os Guardiões que fizeram isso)

    Isso é tudo por esta edição.[/quote]




    Extraido da Naws. Créditos ao Lucas_palmeirense.

    Abraços, Rockstar.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)
    avatar
    -Rockstar-
    Administrador
    Administrador

    Mensagens : 933
    Reputação : 23
    Data de inscrição : 01/07/2010
    Idade : 24
    Localização : Sacro-Império de Arunafeltz.

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  -Rockstar- em Qua Maio 23, 2012 10:11 pm

    Para que resumo se você pode ASSISTIR O ORIGINAL?

    Três vivas para o Sistema de Replays!!

    Para assistir o RolePlay:

    Baixe o Replay: 4shared.com/file/7Ih-6PVj/Invaso__Rekenber.html

    Coloque o arquivo na pasta Replays, dentro da pasta Ragnarok Online.

    No launcher do RO, clique em "Replay". Uma nova janela abrirá. Lá, escolha o arquivo "Invasão Rekenber".

    Divirta-se!

    --------------------



    A GAZETA
    DE ODIN



    Atentado à Corporação Rekenber deixa mortos, feridos e muitos Zennies em prejuízos

    Um grupo composto por vários aventureiros - a maior parte deles membros dos Guardiões de Freya - invadiu neste sábado a Sede da Corporação Rekenber, em Lighthalzen. A Corporação Rekenber disse em nota oficial que nada foi levado, e que a invasão foi um claro ato de terrorismo. Dezenas de pessoas, alguns civis e muitos seguranças e empregados da Rekenber, foram mortos durante o acidente, as vigas de sustentação do local foram destruídos e o prejuízo em dano ao patrimônio é na casa dos milhares. As autoridades da República disseram que tal atitude não passará impune, e expeliu um mandado de prisão contra todos os envolvidos - todos eles já foram reconhecidos, inclusive. Arunafeltz, porém, comprou a briga em nome de seus mais recentes heróis (graças aos feitos na Batalha de Geffen), e proibiu a República de mandar suas autoridades atrás dos Guardiões em território Arunafeltziano. As autoridades de Rune-Midgard, porém, deram carta-branca para caçarem os Guardiões de Freya dentro de seu território.

    Assim, os Freyanos só tem um porto seguro, a própria Arunafeltz.
    _________________

    Aldebaran cai, tropas avançam rumo à Prontera

    Em mais notícias tristes relacionadas à Guerra Continental, as tropas de Arunafeltz tomaram Aldebaran de forma rápida e simples - mas com um bom número de mortes. Agora, as tropas fanáticas avançam rumo à Prontera, a capital do Reino.

    Rune-Midgard deu ordem para todas suas tropas reunirem-se em Prontera. Civis estão sendo levados para Izlude. Muitos temiam o resultado dessa decisão, sobretudo por medo de ataque das tropas demoníacas, mas a horda permanece em Geffen até o momento.

    Rune-Midgard sabe que, se perder esta Batalha, perderá a Guerra.

    ---------------

    Off: Por enquanto é só =P. Em breve postarei o prólogo para a Batalha de Prontera e marcarei o RP.

    A Guerra Continental caminha para seu fim.


    _________________

    Servidor Thor. Role-playing game. Click na assinatura. Obrigado Eddie.
    Fanfics:

    A História de Rockstar A história de um espadachim sedento por vingança Aventura (completa)
    Clérigo Um universo onde o bem e o mal é tênue Suspense (em progresso)

    Conteúdo patrocinado

    Re: [ Relatório ] A Guerra Continental

    Mensagem  Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Out 24, 2017 7:04 am